Tempo
|

Do fado ao rock, há eventos para todos os gostos

Que festivais e concertos vão marcar a agenda em 2024?

03 jan, 2024 - 15:08 • Redação

Que artistas nacionais e internacionais vão pisar os palcos portugueses durante este ano? Taylor Swift, Olivia Rodrigo, Ed Sheeran, Dua Lipa, Pearl Jam, André Rieu, António Zambujo, Sérgio Godinho, Bárbara Tinoco, Slow J e Da Weasel são alguns dos nomes.

A+ / A-

A música portuguesa e internacional tem encontro marcado por festivais e concertos de norte a sul do país. Há banda sonora para todos os gostos e há cada vez mais confirmações de artistas, que vão encerrando cartazes e enchendo salas de espetáculos.

A Taylor Swift vem a Portugal para dois concertos, há um novo festival de música no CCB, o Rock in Rio mudou de localização, e Ed Sheeran regressa - bem como Dua Lipa e Jamie Callum, a Portugal. Tudo isto e muito mais, numa lista que a Renascença vai continuar a atualizar:

Festivais

Destaque para a edição de 2024 do Rock in Rio Lisboa, que muda de localização. O Parque Tejo Trancão, que recebeu a Jornada Mundial da Juventude, vai ser agora palco da cidade do Rock.

Scorpions, Evanescence e Xutos e Pontapés, com a Orquestra Filarmónica Portuguesa, abrem a festa no dia 15 de junho.

No segundo dia, para além do britânico Ed Sheeran, que volta a Lisboa após ter esgotado dois Estádios da Luz em 2019, estão também confirmados Callum Scott e Fernando Daniel que vão tocar, com o Rio Trancão como fundo.

No penúltimo dia pode contar com ritmos latinos com os fenómenos Camila Cabello, Luíza Sonza e Pedro Sampaio, que encerram o festival no dia em que Doja Cat é cabeça de cartaz.

Rock in Rio não é Rock in Rio sem Ivete Sangalo. A cantora brasileira encerra esta 20.ª edição e os bilhetes já estão à venda. O passe para um fim de semana custa 147€ e o bilhete diário 84€.

Quem também muda de lugar é o North Festival, que acontece nos dias 24, 25 e 26 de maio, agora no Parque de Serralves. Até agora estão confirmados Myke Towers para o primeiro dia e a banda Keane para o dia 25, tal como o músico britânico Tom Odell, estrela da música "Another Love". O bilhete diário tem o custo de 55€ e o passe geral para os três dias 99€.

O Parque da Cidade do Porto volta a ser palco do Primavera Sound com três dias de música, de 6 a 8 de junho. Com todas as confirmações lançadas, este festival promete boa música e uma atmosfera envolvente.

Sza, Pj Harvey e Mitski abrem o primeiro dia de Primavera Sound. Lana Del Rey é o grande destaque do segundo dia, onde vão atuar também Justice e o cantor português Samuel Úria. Para encerrar, no dia 8 de junho, Pulp e The National enchem o Parque da Cidade do Porto com sonoridades indie rock e indie pop.

O Sumol Summer Fest tem encontro marcado para os dias 5 e 6 de julho na Praia de São João, na Costa da Caparica. No primeiro dia estão já confirmados Morad e Teto. Já Wiu e Lon3r Johny sobem ao palco dia 6.

O festival que se mantém perto do Rio Tejo é o NOS Alive. A capital volta a receber grandes nomes no Passeio Marítimo de Algés, com Dua Lipa como grande cabeça de cartaz do dia 12 de julho. A cantora britânica volta a Portugal após ter dado concertos no Altice Arena, em Lisboa, e no Altice Forum, em Braga, em 2022.

Também a atuar no mesmo dia que Dua Lipa está o português T-Rex que vai ter a sua estreia no palco NOS.

Já no primeiro dia do festival, pode esperar Arcade Fire, The Smashing Pumpkins e Nothing but Thieves, no palco NOS e Benjamin Clementine no palco Heineken. A fechar esta edição estão os Pearl Jam, que atuam pela quarta vez em Portugal. Este dia já está esgotado e apenas poderá ver a banda se comprar um dos passes disponíveis.

Se quiser aproveitar os três dias, pode optar pelo passe geral que custa 203,30€. Caso lhe interessem apenas dois dias, também pode adquirir um passe por 169,06€ ou o bilhete diário por 84,53€.

Sesimbra volta a receber o Super Bock Super Rock, na Herdade do Cabeço da Flauta, no Meco. O festival vai acontecer nos dias 18, 19 e 20 de julho e ainda só há informações para o primeiro dia do festival, com os italianos Måneskin a terem a sua estreia em Portugal, onde vão apresentar o novo álbum RUSH! (Are U Coming?).

Também confirmados para dia 18 estão os Royal Blood. Já para o dia 19 de julho está confirmado o rapper 21 Savage. O bilhete diário custa 72€, mas atenção que o valor dos passes vai aumentando ao longo do tempo, por isso não deixe para a última. Há vários tipos de passe, com e sem campismo, assim como bilhetes para apenas acampar durante a noite com o custo de 14€.

Para poder sentir a música em paisagens alentejanas, o EA Live, em Évora, promete uma “experiência de conforto, numa plateia ao ar livre”, com direito a um copo de vinho.

Na Adega Cartuxa, na Quinta de Valbom, vai poder desfrutar de concertos de grandes artistas portugueses em conjunto com DJ´s. De 12 a 20 de julho, Os Quatro e Meia, José Cid, Miguel Araújo e António Zambujo, Mariza e GNR vão pisar o palco do EA Live, que promete marcar o público.

Os preços diários variam entre primeira e segunda plateia (32,50€ e 27,50€, respetivamente), assim como o valor do passe de dois dias que está disponível por 50€ e 60€.

O MEO Marés Vivas vai encher de música Vila Nova de Gaia. James Arthur é a grande confirmação para o dia 20 de julho. O cantor britânico já esteve recentemente em Portugal no dia 9 de dezembro no festival Authentica, em Braga.

Para o primeiro dia do festival, dia 18, estão já confirmadas duas bandas: os Take That e os D´ZRT. A banda portuguesa regressou aos palcos este ano, tendo feito uma digressão por todo o país.

Além disso, já anunciaram um concerto em conjunto com as Just Girls e os 4 Taste no Passeio Marítimo de Algés no dia 8 de junho para relembrar as músicas da série Morangos com Açúcar.

O último dia de festival Marés Vivas, promete rock com a banda portuguesa Ornatos Violeta e os Snow Patrol. O bilhete diário tem o custo de 45€ e o passe geral 90€.

O CoolJazz comemora o seu 20.º aniversário com o grande regresso de Jamie Callum ao festival. O músico britânico atua no dia 31 de julho, no lugar de sempre, o Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais.

Pode esperar também o concerto do cantor português Dino D´Santiago, logo no primeiro dia do CoolJazz e Diana Krall está confirmada para o dia 26 de julho. Este festival prolonga-se pelo mês de julho e os bilhetes já estão à venda e variam de concerto para concerto.

O festival Sudoeste entra em 2024 com uma nova cara. De 7 a 10 de agosto pode esperar muita música e diversão no festival da Zambujeira do Mar.

Para já, estão confirmados Matuê no primeiro dia do festival e para fechar com uma banda bem portuguesa, os Da Weasel já anunciaram a sua presença no último dia. O bilhete diário tem o custo de 69€, havendo vários preços dependendo do pack, já que este festival também tem a opção de campismo.

O festival Vodafone Paredes de Coura volta às margens do rio Coura com quatro datas em agosto. Os cabeças de cartaz Fontaines D.C.,The Jesus and the Mary Chain e Slowdive vão atuar num ambiente tranquilo e rodeado pela natureza já característica do festival.

Os passes gerais para 14, 15, 16 e 17 de agosto já estão disponíveis e podem ser adquiridos por 120€ e incluem o acesso ao parque de campismo.

O parque da Bela Vista volta a receber o MEO Kalorama para encerrar o verão da melhor forma. A terceira edição do festival conta com três dias recheados de música. LCD Soundsystem, Massive Attack e Sam Smith são cabeças de cartaz. O cantor norte-americano volta a Lisboa após ter atuado, no ano passado, no NOS Alive. Destaque também para a artista portuguesa Ana Moura.

Apenas estão disponíveis os passes para os três dias: 29, 30 e 31 de agosto, com o custo de 145€.

O Belém Soundcheck chega ao Centro Cultural de Belém (CCB) de 21 a 24 de março. O novo festival do CCB junta fado, jazz, música eletrónica e erudita. Camané, Maria João, Soundwalk Collective & Patti Smith e Il Giardino Armonico são alguns dos nomes em cartaz. O bilhete mais caro tem o custo de 66€ e o mais barato 7,5€.

O Festival Jardins do Marquês, em Oeiras, tem já dois nomes confirmados, Patti Smith para o dia 7 de julho e o brasileiro Djavan para o dia 10. O preço dos bilhetes varia entre os 30€ e os 70€.

Se é fã de Patti Smith já sabe que este ano pode vê-la em dois festivais diferentes, assim como Djavan, que tem concerto marcado para o Pavilhão Rosa Mota, no dia 12 de julho.

Concertos

A abrir o ano de 2024, Gisela João tem data marcada no Centro Cultural 8 Marvila no dia 20 de janeiro e no Museu do Carro Elétrico, no Porto, a 27 de janeiro.

David Fonseca dá vários concertos pelo norte e centro do país, para comemorar os 25 anos de carreira, com datas que começam em janeiro e terminam em novembro nos Coliseus do Porto e de Lisboa.

João Só e Tiago Nogueira atuam juntos num concerto onde prometem relembrar artistas que os marcaram, assim como vão desvendar alguns “guilty pleasures”. Pode já comprar bilhetes para o dia 20 de janeiro no auditório do Casino Estoril, dia 27 de janeiro no Auditório Conservatório de Coimbra e dia 1 de março no Teatro Sá da Bandeira, no Porto.

O cantor brasileiro Tim Bernardes vai estar nos últimos dias de janeiro em Coimbra, Vila Real e Leiria, não esquecendo os Coliseus, Porto no dia 31 de janeiro e já com duas datas para o Coliseu de Lisboa, onde irá apresentar o álbum “Mil Coisas Invisíveis”, nos dias 1 e 2 de fevereiro. A fazer sucesso nas bilheteiras, já foram anunciadas novas datas nos Coliseus e também em Ílhavo, Ourém, Braga e Figueira da Foz para o mês de outubro.

Euclides vai estar no Teatro Tivoli, em Lisboa, e na Casa da Música, no Porto. O cantor vai atuar nas duas cidades exatamente no mesmo dia, a 3 de fevereiro.

Quem também tem concerto marcado para este dia é Laura Pausini, que vai atuar no Altice Arena, em Lisboa, e Syro, no Teatro Tivoli, também na capital.

António Zambujo volta aos Coliseus: dia 3, 4 e 5 de fevereiro, em Lisboa e dia 16 e 17, no Porto. O cantor alentejano vai relembrar músicas que marcaram o seu percurso musical e ainda tocar as mais recentes do seu novo álbum “Cidade”.

A apresentar o seu álbum de estreia a solo “Girassóis e Tempestades”, Marisa Liz vai também atuar nos Coliseus, no dia 10 de fevereiro em Lisboa (já esgotado) e a 24 do mesmo mês no Porto.

Para celebrar o carnaval nada melhor do que um concerto de samba. A Orquestra Bamba Social apresenta o seu espetáculo cheio de energia e cor no Pavilhão Rosa Mota, dia 10 de fevereiro.

Miguel Araújo apresenta nova digressão do “Casca de Noz”, que após sessões esgotadas regressa de novo ao público. O músico apresenta-se sozinho em palco e vai estar de norte a sul do país, passando pelo Fórum da Maia a 10 de fevereiro e no Teatro Maria Matos a 27 do mesmo mês.

A banda norte-americana The 1975 atua no Campo Pequeno a 26 de fevereiro, com bilhetes desde os 32€ aos 55€. No ano passado, a banda esteve presente no festival Super Bock Super Rock.

@the1975u @the1975 playing UGH! in Super Bock Super Rock, Portugal #the1975 #the1975live ♬ original sound - THE 1975

De 29 de fevereiro até 23 de novembro, os Capitão Fausto vão andar em digressão, começando em Aveiro e terminando na Figueira da Foz, dão a volta ao país para apresentar o quinto álbum, intitulado “A Subida Infinita”. Estes serão os últimos concertos com cinco elementos da banda, já que o teclista Francisco Ferreira vai “seguir um novo caminho”, disse a banda em comunicado.

A abrir o mês de março, Carolina de Deus dá um concerto, no dia 2, no Convento de São Francisco, em Coimbra, e no dia da Mulher, apresenta-se no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. “Talvez…” ou “Querido Futuro Namorado” são algumas das músicas que pode esperar da cantora de 23 anos.

Slow J estreia-se na Altice Arena, em Lisboa, já com as duas datas esgotadas. O músico vai apresentar o seu novo álbum "Afro Fado", com sonoridades que misturam Portugal e Angola. Desde 2019 que Slow J não lançava novas músicas.

Este ano, começou por lançar o single “Where U @”, abrindo a curiosidade dos fãs. O novo álbum conta com algumas colaborações, sendo que uma delas é Teresa Salgueiro.

No fado, Teresinha Landeiro apresenta-se a 9 de março no Teatro Aveirense e a 26 no Teatro Maria Matos, em Lisboa.

Sara Correia tem três datas para o Coliseu de Lisboa, 9, 10 e 11 de março, sendo que o dia 9 já está esgotado, e no Coliseu do Porto atua dia 22, onde vai apresentar o mais recente álbum “Liberdade”.

Luís Represas vai também aos Coliseus do Porto e de Lisboa nos dias 14 e 15 de março, respetivamente. A voz inconfundível e as músicas que todos conhecem prometem não deixar ninguém indiferente.

Depeche Mode chegam a Lisboa no dia 19 de março para apresentar a Memento Mori Tour. Esta está perto de ser a maior digressão da banda, com 110 datas até agora. A banda vai estar a colaborar com a equipa Green Nation da Live Nation para reduzir o uso de plásticos descartáveis durante a digressão e nos locais dos concertos. Os bilhetes variam entre os 55€ e 90€.

Sérgio Godinho vai estar em várias salas de espetáculos desde o dia 4 de março até 27 de abril. Vai marcar presença nos Coliseus, dia 20 e 21 de março em Lisboa e a 23 do mesmo mês no Porto, com a sua banda, onde se vai celebrar a Liberdade e o 25 de abril. Os bilhetes custam entre 20€ e 45€ em Lisboa e vão de 20€ a 40€ no Porto.

Além disso, o cantor vai também atuar com Capicua no dia 17 de janeiro, no Teatro Maria Matos, com a data já esgotada. Pode ainda adquirir bilhetes para ouvir Miguel Ângelo com Samuel Úria, Surma com Tomara e Luísa Sobral com Márcia.

Para estrear a época de concertos de abril, no dia 6, os Delfins comemoram os seus 40 anos de carreira num grande concerto na Altice Arena, em Lisboa. Vai poder cantar com a banda grandes êxitos como “Um Lugar ao Sol” ou “Nasce Selvagem”. Pode adquirir os bilhetes que custam entre 25€ e 50€, sendo que os mais caros, que incluem um meet & greet com a banda, já estão esgotados.

João Só convida Rui Veloso, Miguel Araújo e Os Quatro e Meia para o Coliseu de Lisboa. No dia 13 de abril, além dos bilhetes para o concerto, pode ainda adquirir entradas para o VIP Soundcheck, onde vai poder assistir ao ensaio dos artistas mesmo antes da performance. Os bilhetes variam entre os 12€ e os 35€.

Ainda em abril, os Calema vão celebrar 15 anos de carreira com dois concertos no Altice Arena. O dia 13 de abril já está esgotado, mas abriu uma nova data para dia 12. Os irmãos prometem uma noite repleta de dança e com a música que todos conhecem, como "A Nossa Vez", "Onde Anda" ou "Maria Joana". O preço dos bilhetes varia entre 25€ e 45€.

Em maio, pode esperar grandes concertos. A abrir o mês, no dia 5, a Dave Matthews Band dá um concerto na Altice Arena, em Lisboa para apresentar o álbum “Walk Around the Moon”. Os preços variam entre os 45€ os 70€, já com muitos bilhetes esgotados.

O cantor Pedro Mafama estreia-se no Campo Pequeno, em Lisboa, no dia 10 de maio. O grande sucesso da música “Preço Certo” catapultou o artista que já tinha demonstrado o seu estilo alternativo noutras músicas como “Estrada”. Também a sua homenagem às marchas está espelhada no mais recente álbum “Estava no Abismo mas Dei um Passo em Frente”. Pode adquirir os bilhetes que já estão disponíveis entre os 20€ e os 26€.

David Carreira apresenta o seu álbum “Última Dança” na Altice Arena, em Lisboa, no dia 11 de maio. O cantor já admitiu fazer uma paragem para se dedicar à criação em estúdio e à família, pelo que esta será mesmo a última dança do irmão mais novo dos Carreira por tempo indeterminado.

O fenómeno da cantora norte-americana Taylor Swift chega a Lisboa, com duas datas já esgotadas no Estádio da Luz, em Lisboa. A artista vai relembrar todos os seus álbuns, numa performance repleta de cor, brilho e dança. Taylor Swift foi considerada a quinta mulher mais poderosa do mundo pela Forbes e ainda foi eleita como a “Pessoa do Ano 2023" pela revista Time.

A corrida aos bilhetes fez com que muitos fãs tivessem ficado de fora, já que esgotaram em poucas horas. Houve ainda queixas em relação ao único site onde se podiam adquirir os bilhetes para o concerto.

Ainda em maio, os Thirty Seconds To Mars regressam a Portugal para um concerto na Altice Arena, em Lisboa. A sua digressão mundial vai passar por Lisboa para trazer o rock e as músicas que todos conhecem. Os preços variam entre os 40€ e os 60€.

No dia 29, Troye Sivan vai começar a sua digressão europeia no Coliseu de Lisboa. Os bilhetes estão a venda e pode comprá-los entre os 35€ e 50€, sendo que os mais caros já estão esgotados.

No dia 1 de junho, J Balvin promete espalhar os ritmos latinos pelo Passeio Marítimo de Algés. Ao apresentar o álbum “Que Bueno Volver a Verte”, o colombiano não deixará ninguém parado num concerto dinâmico com muita dança à mistura. Os bilhetes variam entre os 60€ e os 90€.

No dia 22 de junho, Miguel Araújo e Os Quatro e Meia juntam-se para um concerto inédito no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais. Os bilhetes para a bancada já não estão disponíveis, mas ainda pode adquirir bilhetes para a plateia em pé, com o custo de 25€.

Olivia Rodrigo canta pela primeira vez em Portugal e na maior sala do país, a Altice Arena. A GUTS World Tour apresenta o segundo disco da cantora de apenas 20 anos. Há ainda bilhetes para os dias 22 e 23 de junho, mas apenas para os mais caros, que custam 305€. Olivia Rodrigo promete a irreverência e a entrega que já lhe são características.

Outra jovem cantora a estrear-se na Altice Arena é Bárbara Tinoco. Após ter esgotado o Campo Pequeno, em Lisboa, no ano passado na apresentação do seu disco “Bichinho”, dia 12 de outubro vai voltar a encantar, com uma grande aposta cénica.

Tinoco ficou conhecida em 2018, quando cantou um original após a sua prova cega no The Voice Portugal, onde não virou nenhuma cadeira. A partir daí foi lançando músicas e compondo para vários artistas e fazendo colaborações com nomes como António Zambujo ou Carlão. Os bilhetes já estão disponíveis e custam entre 18€ e 80€.

Ainda em outubro, não pode perder os Expensive Soul, no Coliseu do Porto. Música soul para dançar, cantar e comemorar os 25 anos de carreira da banda, no dia 11 de outubro. Os bilhetes variam entre os 15€ e os 40€.

Gosta de música clássica? Não é o seu estilo favorito, mas gosta de um bom espetáculo? Então, não pode perder o concerto de André Rieu com a orquestra Johann Strauss, nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro na Altice Arena, em Lisboa.

O carismático maestro regressa novamente a Portugal com um espetáculo para dançar, cantar e rir. Uma performance dinâmica, com direito a ópera e uma orquestra coreografada. Ainda estão disponíveis bilhetes para as três datas que começam nos 50€ e chegam até aos 130€.

Também no dia 2 de novembro, não pode perder o regresso de Jacob Collier, desta vez na Sala Tejo, da Altice Arena. O cantor que faz furor por pôr todo o público a cantar afinado e a fazer harmonias apresenta-se na capital, após ter pisado o palco Heineken no NOS Alive do ano passado.

Collier já cantou no Coliseu de Lisboa, em 2022, e encantou o público com a sua música e performance. Os bilhetes mais baratos custam 42€ e os mais caros 350€, que incluem, além do bilhete, um meet & greet com o cantor.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+