Papa defende mulheres vítimas de violência. "Isto não é amor"

09 mai, 2021 - 13:39 • Sofia Freitas Moreira com Vatican News

O Papa alerta, este domingo, para as deformações do amor, que geram violência, sempre que prevalece o egoísmo e o amor-próprio, sem esquecer a violência sobre as mulheres. “Penso no amor doentio que se transforma em violência - e quantas mulheres são, hoje em dia, vítimas da violência. Isto não é amor", defendeu. Francisco pediu também orações pela paz na Colômbia e pelas vítimas do atentado terrorista que ontem ocorreu em Cabul.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.