Tempo
|
A+ / A-

Qatar 2022

Tendas, redes de pesca e contentores. Como são os estádios do Mundial?

19 nov, 2022 - 08:00 • Diogo Camilo

No Campeonato do Mundo com menos estádios em quase 50 anos, só um não foi construído de raiz. A conta chegou aos 10 mil milhões de euros - e quase todos serão desmontados ou reduzidos depois do evento.

A+ / A-
O Estádio 974, código internacional do Qatar e o número de contentores utilizados na construção. Foto: Noushad Thekkayil/EPA. CLIQUE NA SETA PARA VER A FOTOGALERIA
O Estádio 974, código internacional do Qatar e o número de contentores utilizados na construção. Foto: Noushad Thekkayil/EPA. CLIQUE NA SETA PARA VER A FOTOGALERIA
Khalifa International Stadium. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Khalifa International Stadium. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Khalifa International Stadium. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Khalifa International Stadium. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Lusail. Foto: Noushad Thekkayil/Lusa
Estádio Lusail. Foto: Noushad Thekkayil/Lusa
Estádio Lusail. Foto: Noushad Thekkayil/Lusa
Estádio Lusail. Foto: Noushad Thekkayil/Lusa
Estádio Al Bayt. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Bayt. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Bayt. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Bayt. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Bayt. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Bayt. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Cidade da Educação. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Cidade da Educação. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Cidade da Educação. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Cidade da Educação. Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Trabalhadores na cobertura do estádio Al Janoub. Foto: Ali Haider/EPA
Trabalhadores na cobertura do estádio Al Janoub. Foto: Ali Haider/EPA
Estádio Al Janoub  Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Janoub Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Estádio Al Janoub. Foto: Ali Haider/EPA
Estádio Al Janoub. Foto: Ali Haider/EPA

VEJA TAMBÉM:


Oito estádios em cinco cidades, todos separados por menos de uma hora de viagem, que vão receber 64 jogos durante um mês. O Mundial, que começa este domingo no Qatar, será o campeonato com menos estádios em quase 50 anos, mas também a competição internacional para o qual se gastou mais dinheiro em infraestruturas - quase 10 mil milhões de euros.

Os estádios

O Khalifa Internacional é o único dos oito estádios que não foi construído de raiz. O mais antigo em Doha, foi inaugurado em 1976 para os Jogos Asiáticos e renovado e reaberto em 2017. Receberá o jogo de 3.º e 4.º lugares, o penúltimo da competição, e tem capacidade para 40 mil espectadores.

O Estádio Lusail será o palco da final e também um dos que receberá jogos de Portugal na fase de grupos, frente ao Uruguai, a 28 de novembro.

Com capacidade para 80 mil espectadores, será o estádio a acolher mais jogos na competição (10) e, depois do grande evento, será transformado num espaço comunitário de escolas, lojas, cafés, instalações desportivas e clínicas de saúde.

A 40 quilómetros da capital Doha, o Estádio Al Bayt é o mais distante de todos os outros e também o que recebe o jogo de abertura este domingo, entre Qatar e Equador.

Tem capacidade para 60 mil espectadores e serve de referência às tradicionais tendas beduínas, típicas dos árabes nómadas que habitam os desertos do país. O seu setor superior de lugares será removido após a competição e doado a países em desenvolvimento.

O Estádio Cidade da Educação tem capacidade para 40 mil pessoas e, em fevereiro, acolheu o Campeonato do Mundo de Clubes, que o Bayern de Munique venceu. Será o palco do terceiro jogo de Portugal na fase de grupos, frente à Coreia do Sul, a 2 de dezembro.

Junto ao aeroporto está situado o Estádio 974, o primeiro recinto de futebol totalmente desmontável, feito com contentores de navios e cujo nome é uma homenagem ao código internacional do Qatar - e o número exato de contentores utilizados na construção.

Este será o local onde Portugal se estreia na competição, frente ao Gana, na próxima quinta-feira, dia 24 de novembro às 16h00.

Mais a sul encontra-se o Al Janoub, a cerca de meia hora de viagem da capital Doha. O estádio inspira-se na tradição de pesca da região e nas redes dos barcos “dhow”.

A capacidade do estádio, de 40 mil lugares, será reduzida para metade após o Mundial.

Outras duas "arenas" a serem reduzidas para metade são o Al Thumama, inspirado na tradicional touca árabe usada por homens, a “gahfiya”, e o Estádio Ahmad Bin Ali, localizado nos arredores de Doha, em que 80% do material utilizado veio do estádio original.

Menos estádios e centros de estágio mais próximos

Este é o número mais reduzido de estádios num Mundial desde que a prova passou a ter em competição 32 seleções.

Os últimos dois Campeonatos do Mundo tiveram 12 estádios a receber jogos, enquanto o Mundial no Japão e Coreia do Sul, em 2002, foi o evento com mais estádios (20).

É preciso recuar até 1978, na Argentina, para encontrar um Mundial com menos de oito estádios. Na altura, apenas 16 equipas disputaram a competição.

O Mundial no Qatar será também a edição mais compacta desde 1930, com 24 das 32 seleções a encontrarem-se em estágio num raio de 10 quilómetros, sendo também a primeira vez em que as seleções não precisarão de aviões para chegar aos jogos, podendo permanecer no mesmo centro de treinos durante todo o torneio.

Portugal é uma das três seleções que ficará concentrada fora da capital Doha, mais precisamente no centro de treinos do Al Shahaniya, da segunda divisão qatari, e que fica ao lado da principal pista de corridas de camelos do Qatar.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+