Tempo
|
A+ / A-

Legislativas 2024

AD continua a liderar PS na sondagem diária

01 mar, 2024 - 22:06 • João Pedro Quesado

A "tracking poll" TVI/CNN Portugal tem mostrado a AD em crescimento. Na Sondagem das Sondagens, a terceira vaga da sondagem diária faz a Aliança Democrática subir e o PS descer ligeiramente.

A+ / A-


Clique aqui para explorar a Sondagem das Sondagens


A AD continua na liderança da sondagem diária para a "TVI" e "CNN Portugal". O estudo publicado esta sexta-feira mostra a AD e o PS com mais um ponto do que na segunda vaga da "tracking poll" da Duplimétrica, mas ainda com uma distância de seis pontos entre si e uma percentagem elevada de indecisos. Na Sondagem das Sondagens, da Renascença, voltou a aumentar a distância entre as duas principais candidaturas para as legislativas de 10 de março.

Segundo a sondagem diária realizada pela Duplimétrica e o IPESPE (Instituto de Pesquisas Sociais, Politicas e Económicas), a Aliança Democrática recolhe 28% das intenções de voto dos 600 inquiridos, enquanto o Partido Socialista tem 22%.

O terceiro lugar é dos indecisos (17%), que repetem esta sexta-feira o valor da passada terça. O valor mais baixo de indecisos registado por esta "tracking poll" foi de 15%, no estudo publicado a 29 de fevereiro.

Segue-se o Chega, com 14% das intenções de voto, seguido da Iniciativa Liberal (5%), Bloco de Esquerda (4%), Livre (3%), CDU (2%) e o PAN (1%). Nenhum destes partidos sofreu alterações nesta terceira vaga, apesar de algumas variações de um ponto para o PAN e para o BE nos dias entre a renovação total da amostra.

O ADN, que surgiu durante três dias com 1%, desapareceu no dia 28 de fevereiro. 4% dos inquiridos mostraram vontade de votar noutros partidos, em branco ou em nulo.

A margem de erro máxima (4,1 pontos percentuais) da "tracking poll" para a "TVI" e "CNN Portugal" permite dizer, outra vez, que a AD e o PS estão em empate técnico.

Os resultados divulgados nesta sondagem diária foram recolhidos nos dias 27, 28 e 29 de fevereiro, com 200 entrevistas por dia. As "tracking polls" funcionam com um painel móvel de inquiridos, em que todos os dias uma parte é substituída.

AD e PS afastam-se na Sondagem das Sondagens

Devido a essa dinâmica, as "tracking polls" apenas são inseridas na Sondagem das Sondagens de cada vez que a amostra é totalmente renovada. A sondagem diária realizada pela Duplimétrica e pelo IPESPE foi publicada pela primeira vez a 24 de fevereiro. A amostra foi totalmente substituída na terça-feira e agora, esta sexta-feira.

Esta sondagem diária muda a estimativa de todos os partidos no agregador da Renascença, à exceção do PAN (1,3%). A AD (31,4%) e o PS (27,7%) afastam-se mutuamente, com a coligação do PSD, CDS e PPM a ganhar 0,3 pontos e o Partido Socialista a perder 0,1 pontos face à anterior estimativa da Sondagem das Sondagens.

Quem também perde uma décima na nova estimativa é o Livre (3,4%). O Chega (17,9%) perde 0,2 pontos.

No sentido inverso, IL (5,4%), BE (4,6%) e CDU (2,4%) ganham todos uma décima face à última estimativa de fevereiro.

Como se faz a Sondagem das Sondagens?
Como se faz a Sondagem das Sondagens?
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel Almeida
    02 mar, 2024 Castro Verde 15:27
    em 40 anos como eleitor nunca fui sondado, é no mínimo estranho para não dizer que as encomendas são feitas conforme a vontade do que se pretende passar, as empresas de sondagens são veículos de fake news e de promover forças politicas em detrimento de outras

Destaques V+