Tempo
|
A+ / A-

Zelensky diz que ucranianos "anseiam por um forte apoio" à adesão à UE

10 mar, 2022 - 16:19 • Carla Fino, com redação

"Os russos criaram uma catástrofe humanitária", afirma o Presidente ucraniano.

A+ / A-

Veja também:


O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, voltou esta quinta-feira a pedir a adesão à União Europeia (UE).

Num vídeo publicado nas redes sociais, Zelensky apela aos líderes europeus que não se esqueçam da Ucrânia e pede um sinal concreto.

“Por estes dias, os líderes da União Europeia reúnem-se para discutir a guerra da Rússia contra a Ucrânia e o nosso pedido de adesão à União. Aguardamos por um sinal concreto. Ansiamos por um forte apoio, porque entendemos que é justo, humano, real e europeu”, declarou o chefe de Estado.

O apelo de Zelensky, num dia do arranque do Conselho Europeu que decorre entre hoje e amanhã na cidade francesa de Versalhes, onde a situação na Ucrânia vai ser debatida.

Em cima da mesa está sobretudo a adopção da chamada "Declaração de Versalhes", que, entre outros aspetos, salientará a necessidade de a União se libertar da dependência energética, designadamente das importações de petróleo, gás e carvão da Rússia.

Na declaração desta quinta-feira, o Presidente ucraniano acusa o Presidente russo, Vladimir Putin, de ser o responsável por uma catástrofe humanitária.

"Os russos criaram uma catástrofe humanitária. O meu coração está destroçado com o que os invasores fizeram às nossas cidades, ao nosso Estado", declarou Volodymyr Zelensky.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+