Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia. Ataque a maternidade de Mariupol faz 17 feridos

09 mar, 2022 - 18:03 • Ricardo Vieira, com agências

Entre os feridos estão grávidas que se encontravam em trabalho de parto, indica a mesma fonte citada pelas agências internacionais. Cruz Vermelha fala em cenário "apocalíptico" em Mariupol.

A+ / A-

Veja também:


Pelo menos 17 pessoas ficaram feridas no ataque aéreo contra o hospital/maternidade de Mariupol, no sul da Ucrânia, avança o governador local, Pavlo Kyrylenko.

Entre os feridos estão grávidas que se encontravam em trabalho de parto, indica a mesma fonte citada pelas agências internacionais.

O bombardeamento russo aconteceu durante o período de cessar-fogo anunciado para esta quarta-feira, segundo Pavlo Kyrylenko.

O governador diz que a retirada de civis teve que ser novamente interrompida devido aos ataques das forças armadas da Rússia.

A Cruz Vermelha fala num cenário "apocalíptico" em Mariupol e uma fonte oficial local fala em 1.200 mortos na cidade.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, denunciou hoje o ataque aéreo russo contra um hospital pediátrico e maternidade em Mariupol e apelou novamente ao encerramento do espaço aéreo ucraniano.

Num apelo desesperado publicado nas redes sociais, Volodymyr Zelensky divulgou um vídeo com imagens da destruição provocada pelo bombardeamento.

"Ataque direto das tropas russas a maternidade. Há pessoas, crianças debaixo dos escombros. A atrocidade! Quanto tempo mais o mundo será cúmplice ignorando este terror? Fechem o espaço aéreo já", escreveu Zelensky.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+