Tempo
|
A+ / A-

Cronologia. Recorde os acidentes com aeronaves de combate a incêndios em Portugal desde 2009

08 ago, 2020 - 16:46 • Sofia Freitas Moreira com Lusa

Este sábado, um piloto perdeu a vida na sequência de um acidente com um avião Canadair, que estava a combater um incêndio no Parque Nacional da Peneda-Gerês, em Lindoso, Ponte da Barca. Recorde alguns incidentes deste género em Portugal, desde 2009, até agora.

A+ / A-

Um avião 'Canadair' português caiu, este sábado, durante o combate ao incêndio no Parque Nacional da Peneda Gerês, no Lindoso, distrito de Viana do Castelo, causando um morto e um ferido grave.

Um dos pilotos, de nacionalidade portuguesa, de 65 anos, morreu no local, apesar das tentativas realizadas pelos elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica, enquanto o segundo piloto, de nacionalidade espanhola e de 39 anos, foi assistido no local e transportado em "estado grave" para o Hospital de Viana do Castelo.

O avião anfíbio pesado, que fazia parte do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, despenhou-se junto à Barragem do Alto do Lindoso, já em território espanhol, após uma operação de ‘scooping’ (reabastecimento de depósito de água).

Recorde os principais acidentes e incidentes ocorridos com aeronaves de combate a incêndios em Portugal, desde 1 de janeiro de 2009, de acordo com dados da cronologia do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF).

5 de setembro, 2019

Um helicóptero AS350-B2 colidiu com linhas elétricas e despenhou-se quando combatia um incêndio em Sobrado, Valongo, distrito do Porto.

O incidente causou a morte ao piloto Noel Ferreira, de 36 anos, também piloto da Força Aérea e comandante dos Bombeiros Voluntários de Cete, em Paredes, distrito do Porto.

4 de setembro, 2019

Apenas um dia antes do acidente em Sobrado, um helicóptero ficou parcialmente destruído depois de cair durante a descolagem na Pampilhosa da Serra para combater um incêndio no distrito de Castelo Branco.

O acidente deveu-se a um erro do piloto, que pensava estar a operar um modelo diferente daquele que realmente pilotava, concluiu o GPIAAF.

3 julho, 2019

Um avião ligeiro de combate a incêndios ficou destruído quando abastecia água na barragem de Castelo de Bode. O acidente deveu-se ao facto de o piloto não ter recolhido o trem de aterragem, concluiu o GPIAAF.

20 de agosto, 2017

Um helicóptero da empresa Everjets caiu, tendo provocado a morte ao piloto, em Cabril, Castro Daire, distrito de Viseu, quando combatia um incêndio florestal.

8 de agosto, 2015

Um helicóptero ligeiro de combate a incêndios despenhou-se quando regressava de um fogo em Miranda, Arcos de Valdevez. Duas pessoas ficaram feridas.

29 de junho, 2015

Um helicóptero ligeiro da Proteção Civil caiu na localidade de Lamoso, concelho de Paços de Ferreira, quando estava a reabastecer-se de água numa lagoa, para combater um incêndio naquela localidade, causando ferimentos ao piloto.

3 de setembro, 2012

A queda de um helicóptero de combate ao fogo junto ao parque de merendas de Espite, no concelho de Ourém, fez dois feridos ligeiros.

19 de julho, 2012

Regista-se uma amaragem de um avião anfíbio, que participava no combate ao incêndio em Tavira na albufeira do Roxo, devido a uma falha técnica, sem causar vítimas.

12 de agosto de 2009

Um avião de combate a incêndios aterrou de emergência em Ferreiras, concelho de Fundão. Os dois tripulantes saíram ilesos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.