Tempo
|
A+ / A-

D. Américo Aguiar nomeado cardeal, anuncia Papa

09 jul, 2023 - 11:14 • Ricardo Vieira

Francisco convocou um consistório para 30 de setembro, para a nomeação de novos cardeais. Portugal passa a ter quatro cardeais eleitores no Conclave.

A+ / A-

Veja também:


O bispo auxiliar de Lisboa e presidente do conselho de gerência do Grupo Renascença Multimédia, D. Américo Aguiar, foi nomeado cardeal, anunciou este domingo o Papa Francisco, na praça de S. Pedro, no Vaticano.

O Sumo Pontífice convocou um consistório para 30 de setembro, para a nomeação de novos cardeais.

O Papa Francisco nomeou 21 novos cardeais eleitores.

D. Américo Aguiar, de 49 anos, é bispo auxiliar de Lisboa, presidente da Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ 2023) e presidente do conselho de administração do Grupo Renascença Multimédia.

O bispo auxiliar de Lisboa vai ser o quarto cardeal eleitor português num futuro Conclave, além de D. Tolentino Mendonça, D. Manuel Clemente e D. António Marto. Portugal tem ainda dois cardeais sem direito de voto por terem mais de 80 anos: D. José Saraiva Martins e D. Manuel Monteiro de Castro.

D. Américo Aguiar nomeado cardeal. "É uma homenagem à juventude portuguesa", diz bispo
D. Américo Aguiar nomeado cardeal. "É uma homenagem à juventude portuguesa", diz bispo

Numa primeira reação em declarações aos jornalistas, D. Américo Aguiar disse que a nomeação para cardeal é uma “homenagem a Portugal, aos portugueses e à juventude portuguesa”.

O presidente da Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ2023) falava aos jornalistas, em Setúbal, num armazém onde estão a ser montados os kits para os peregrinos do maior encontro mundial.

D. Américo Aguiar confessa que a notícia da nomeação para cardeal foi uma completa surpresa e que ainda está "a recuperar" da emoção e do que apelida de um "soco". "É inimaginável", declarou.

Questionado pela Renascença se o futuro passa pela Diocese de Lisboa, o novo cardeal diz que "não faz ideia" e que, "seja onde for", estará às ordens para aquilo que o Papa Francisco precisar.

A nomeação de D. Américo Aguiar para cardeal "é uma distinção para Portugal", afirma Aura Miguel, jornalista da Renascença e vaticanista.

OuvirPausa
O momento em que o Papa anuncia D. Américo Aguiar cardeal

Da Irmandade dos Clérigos a cardeal

D. Américo Aguiar nasceu em 12 de dezembro de 1973, em Leça do Balio, Matosinhos.

Em 1995 ingressou no Seminário Maior do Porto. Em 2001 foi ordenado presbítero por D. Armindo Lopes Coelho.

Foi pároco de S. Pedro de Azevedo, em Campanhã, Porto, e vigário geral, chefe de gabinete dos bispos do Porto D. Armindo Lopes Coelho, D. Manuel Clemente e D. António Francisco dos Santos e Capelão-Mor da Misericórdia do Porto.

D. Américo Aguiar foi nomeado, pelo Papa Francisco, bispo auxiliar de Lisboa no dia 1 de março de 2019 e agora ascende a cardeal.

Foi também presidente da Irmandade dos Clérigos entre 2011 e 2020.

Realizou o percurso académico na Universidade Católica. Tirou o curso de Teologia e o Mestrado em Ciências da Comunicação.

OuvirPausa
"É uma distinção para Portugal". Vaticanista Aura Miguel sobre nomeação de D. Américo Aguiar


Lista de novos cardeais por ordem de criação

1- Robert Francis Prevost (EUA), Prefeito do Dicastério para os Bispos

2- Claudio Gugerotti (Itália), Prefeito do Dicastério para as Igrejas Orientais

3- Víctor Manuel Fernández (Argentina), Prefeito do Dicastério para a Doutrina da Fé

4- Emil Paul Tscherrig (Suíça), Núncio Apostólico

5- Christophe Louis Yves Georges Pierre (França), Núncio Apostólico

6- Pierbattista Pizzaballa (Itália), Patriarca Latino de Jerusalém

7- Stephen Brislin, Arcebispo da Cidade do Cabo (África do Sul)

8- Ángel Sixto Rossi, Arcebispo de Córdoba (Argentina)

9- Luis José Rueda Aparicio, Arcebispo de Bogotá (Colômbia)

10- Grzegorz Ryś, Arcebispo de Lodz (Polónia)

11- Stephen Ameyu Martin Mulla, Arcebispo de Juba (Sudão do Sul)

12- José Cobo Cano, Arcebispo de Madrid (Espanha)

13- Protase Rugambwa, Arcebispo coadjutor de Tabora (Tanzânia)

14- Sebastian Francis, Bispo de Penang (Malásia)

15- Stephen Chow Sau-Yan, Bispo di Hong Kong (China)

16- François-Xavier Bustillo, Bispo de Ajaccio (França)

17- Américo Manuel Alves Aguiar, Bispo auxiliar de Lisboa (Portugal)

18- Padre Ángel Fernández Artime (Espanha), reitor-mor dos Salesianos

(com mais de 80 anos)

19- Agostino Marchetto (Itália), Núncio Apostólico

20- Diego Rafael Padrón Sánchez, Arcebispo emérito de Cumaná (Venezuela)

21- Padre Luis Pascual DRI, confessor no Santuário de Nossa Senhora de Pompeia, Buenos Aires (Argentina)

D. Américo Aguiar ordenado bispo. "Sempre me senti bem a fazer pontes"
D. Américo Aguiar ordenado bispo. "Sempre me senti bem a fazer pontes"
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel da Silva
    10 jul, 2023 Cacém 20:13
    É uma nomeação merecida e provocante. Sua Santidade, aposta na criatividade para uma igreja capaz de inovação e de respostas audazes aos desafios duma igreja em processo sinodal. Parabéns, senhor D. Américo.
  • Marina Mendes
    09 jul, 2023 Porto 22:58
    Os meus parabéns pela nomeação aCardeal privei de perto,quando ía aos Congregados. Que o Bom DEUS,o proteja.

Destaques V+