Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Legislativas 2024

Chega recebido com tiros em Famalicão? Eram "rateres" de mota

22 fev, 2024 - 00:55 • Lusa

PSP faz esclarecimento em comunicado após denúncia de André Ventura nas redes sociais.

A+ / A-

Veja também:


O presidente do Chega denunciou esta quarta-feira que a caravana do partido foi recebida por tiros em Vila Nova de Famalicão (Braga), mas a PSP esclareceu que os sons eram "rateres produzidos por um motociclo" integrado na comitiva.

André Ventura partilhou nas redes sociais esta quarta-feira que a caravana do Chega foi recebida por tiros em Vila Nova de Famalicão, numa publicação acompanhada por um vídeo que foi também partilhada pelo partido.

"A caravana do Chega é recebida por tiros em Famalicão. Tiros! Vamos permitir que os mesmos de sempre atuem com total impunidade?", questionou o líder do partido, na mesma publicação, publicada pelas 19h45 desta quarta-feira.

Em comunicado enviado pelas 23h00 de quarta-feira, o Comando Distrital da PSP de Braga referiu que no vídeo "é audível um som semelhante ao disparo de uma arma de fogo, que se repete por quatro vezes" durante a passagem de um camião e várias viaturas ligeiras na avenida Rebelo Mesquita, em Vila Nova de Famalicão, com imagens alusivas ao partido Chega.

Perante as partilhas do vídeo nas redes sociais, onde "é sugerido que a caravana do partido Chega foi recebida a tiro na cidade de Vila Nova de Famalicão", a PSP frisou que constatou que "se tratava de "rateres" produzidos por um motociclo que seguia na caravana".

Esta força policial detalhou que no momento da passagem da caravana encontrava-se uma equipa da PSP em patrulhamento no recinto da feira que, ao aperceber-se dos sons, saiu do recinto e constatou a origem dos sons, descartando que foram disparos.

As eleições legislativas estão marcadas para 10 de março.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+