A+ / A-

Memes, política e o gato Zé Albino. A noite eleitoral nas redes sociais

31 jan, 2022 - 03:49 • Daniela Espírito Santo

Twitter foi campo de batalha preferencial numa noite com muito humor.

A+ / A-

Noite eleitoral é noite animada no Twitter. As redes sociais serviram de palco às reações dos portugueses aos resultados destas eleições legislativas e o humor não faltou à festa.

Numa altura de comentários online, o Twitter foi a estrela das redes sociais em Portugal, com dezenas de milhares de tweets produzidos sobre a temática, que dominou totalmente os "trending topics" - tópicos principais de conversa na rede do pássaro azul. A hashtag "oficial" era #Legislativas2022 mas, ao longo da noite, os nomes dos principais protagonistas e partidos foram dividindo as atenções de todos (ou pelo menos dos que usam redes sociais).

Os principais derrotados, aos olhos da Net, foram, também, os mais visados das brincadeiras de quem ia acompanhando os resultados oficiais.

A primeira reação foi, claro está, à abstenção... e aqui, assunto sério, as piadas foram poucas.

Sério também foi o tom da maioria das publicações sobre os resultados atribuídos ao partido Chega.

Acabaria por ser precisamente o Chega a dar a Catarina Martins, do Bloco de Esquerda, uma das ovações virtuais da noite, com uma citação sua a ser alvo de dezenas de tweets. Mesmo assim, a líder bloquista não se "safou" de críticas.

Rui Rio foi, muito provavelmente, o maior visado de todos. Alguns momentos mais marcantes da política portuguesa foram recuperados, e, claro, não faltaram menções ao seu gato Zé Albino, preponderante na campanha eleitoral.

Não foi o único, no entanto. Francisco Rodrigues dos Santos, do CDS, também não escapou às piadas da Net, que usaram palavras suas em campanha para dar o mote. O líder dos centristas acabou por apresentar a sua demissão.

Outro dos derrotados da noite foi o PAN, um dos partidos que mais desceu nos resultados, nestas eleições. Perante os fracos resultados, houve quem "reciclasse" uma piada...Enquanto isso, havia quem, em inglês, usasse metáforas futebolísticas para dizer adeus a Jerónimo de Sousa.

Ainda em inglês e ainda no campo do futebol, também Rui Tavares, eleito pelo Livre, foi "contratado" pelo PS. "Confirmado! Rui Tavares vai assinar pelo PS vindo do Livre, depois de António Costa ter decidido pagar a cláusula de rescisão. Tavares será um membro importante da equipa de Costa para dar força à ala esquerda enfraquecida enquanto se preparam para atacar os próximos quatro anos de governação", é dito, em jeito de anúncio de transferência milionária.

No campo dos mais felizes da noite, a Iniciativa Liberal, nativa do Twitter, não foi poupada...

...e, obviamente, António Costa celebrou (com direito a dança).

O PS é o grande vencedor das eleições legislativas deste domingo, que decorreram com quase 800 mil eleitores em isolamento. O partido liderado por António Costa alcança a maioria absoluta, Rui Rio admite deixar a liderança do PSD e o CDS está fora do Parlamento pela primeira vez na sua história.
Quer recordar o que aconteceu (de forma mais séria) nesta noite eleitoral? Vale a pena rever tudo aqui.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+