Tempo
|
A+ / A-

Legislativas 2022

CDS fora do Parlamento pela primeira vez

31 jan, 2022 - 00:38 • Ricardo Vieira

Francisco Rodrigues dos Santos​ anunciou a sua demissão como presidente do CDS.

A+ / A-

Veja também:


O CDS-PP, de Francisco Rodrigues dos Santos, não consegue eleger nenhum deputado e fica fora do Parlamento pela primeira vez.

Francisco Rodrigues dos Santos anunciou a sua demissão como presidente do CDS.

Apesar de um mau resultado, não é o fim do CDS", declarou Francisco Rodrigues dos Santos.

O CDS foi "penalizado por uma certa bipolarização entre PS e PSD" e pela divisão interna no partido, afirma o líder centrista.

"Sei bem o que passei ao longo destes dois anos, as circunstâncias não foram nada fáceis. Nunca troquei a matriz do CDS por modas", declarou.

Francisco Rodrigues dos Santos diz que herdou "um partido falido financeiramente", teve que enfrentar a concorrência à direita do Chega e Iniciativa Liberal e também considera que a campanha foi penalizada pela pandemia.

Francisco Rodrigues dos Santos garante que vai continuar a ser do CDS, mas não esclarece se admite recandidatar-se a líder do partido.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Digo Eu
    31 jan, 2022 Carambaola 09:33
    Parabéns, "Chicão". Com os seus golpes palacianos e as confusões que arranjou, conseguiu destruir a representação parlamentar de um partido que estava há 47 anos no Parlamento. Um Bulldozer, não faria melhor.

Destaques V+