Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Bolsonarismo veio para ficar. Centro político e sondagens são os grandes derrotados

03 out, 2022 - 10:00 • Sérgio Costa

A+ / A-

Bolsonaro viu aumentar, na primeira volta das eleições presidenciais no Brasil, o número total de eleitores em comparação com 2018.

Há quatro anos, na primeira disputa, o atual Presidente obteve pouco mais de 49 milhões de votos. Este domingo, Jair Bolsonaro viu esse valor reforçado em mais de um milhão de votos.

Os resultados fazem antever para Lula, o vencedor sem maioria, um duelo mais complexo do que o esperado, num segundo turno marcado para 30 de outubro.

Mas o grande derrotado destas eleições são as sondagens. Nos estudos de opinião, Bolsonaro nunca ultrapassou os 37%, mas a realidade (43%) desmentiu as pesquisas.

O voto envergonhado pode justificar o erro, mas as sondagens não foram capazes de prever a força do Presidente que, com os resultados da primeira volta, ganha novos argumentos e reforça a rejeição ao Partido dos Trabalhadores (PT) de Lula.

O desafio de Lula torna-se mais difícil depois de Ciro Gomes não lhe ter declarado apoio para a segunda volta, e a dúvida persiste sobre onde vão recair os 3% de votos de um candidato que atacou ferozmente os dois homens que polarizam o Brasil.

A chave para o resultado de 30 de outubro poderá estar ainda nos quase 5 milhões de votantes em Simone Tebet que, por seu lado, ficou aquém das expectativas.

As sondagens admitiam 8%, mas a candidata do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) foi pouco além dos 4%. Este quadro traduzirá a confirmação da falência do centro e de uma política mais moderada no Brasil, uma tendência que teve início há quatro anos com a eleição de Bolsonaro. Tebet pretendia desenhar um futuro mais moderado na política brasileira, mas terá ficado pelo esboço

As más notícias para Lula poderão não ficar por aqui. Se vencer na segunda volta, e Lula permanece ainda como favorito, poderá ficar de mãos atadas porque, no Senado e no Congresso, o Bolsonarismo já tem lugar marcado.

Lula vence primeira volta no Brasil mas Bolsonaro diz que venceu a "mentira" das sondagens
Lula vence primeira volta no Brasil mas Bolsonaro diz que venceu a "mentira" das sondagens
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+