Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Isabel II. O segundo reinado mais longo da história

09 set, 2022 - 00:07 • Filipe d'Avillez

Isabel II tornou-se rainha de vários estados no dia 6 de fevereiro de 1952. Esteve 70 anos - 25.785 dias - no trono.

A+ / A-

Veja também:


Com a morte de Isabel II, anunciada esta quinta-feira, chega ao fim também o mais longo reinado de uma monarca em toda a história e o segundo mais longo de qualquer cabeça coroada, desde que existem registos e tendo apenas em conta estados que se mantiveram soberanos durante toda a vida dos respetivos líderes.

Há vários anos que Isabel II estava na lista dos reinados mais longos, na companhia de figuras de perto e de longe como Francisco José do Império Austro-húngaro, que reinou entre 2 de dezembro de 1848 e 21 de novembro de 1916, para um total de 67 anos e 33 dias, Hirohito, Imperador do Japão, que reinou entre 25 de dezembro de 1926 e 7 de janeiro de 1989, para um total de 62 anos e 13 dias.

A lista inclui ainda figuras mais exóticas, como o “ajaw” da cidade estado de Palenque, da civilização Maia, cujo nome oficial era K’inich Janaab Pakal I, conhecido ainda como Pacal o Grande ou Escudo de Sol. O seu reino decorreu entre 29 de julho de 615 e 31 de agosto de 683, um total de 68 anos e 33 dias, mantendo-se como o quinto mais longo de sempre.

Na lista dos 25 reinados mais longos não consta nenhum monarca português, mas D. Pedro II do Brasil está em 20.º lugar, tendo reinado sobre o Brasil independente desde 7 de abril de 1831 até 15 de novembro de 1889, ou seja, 58 anos, 222 dias.

Morreu Isabel II, uma Rainha que enfrentou crises e mudanças históricas
Morreu Isabel II, uma Rainha que enfrentou crises e mudanças históricas

O Rei de Portugal que esteve mais anos no cargo foi D. João I, que reinou 48 anos e 130 dias, menos nove anos que Al-Mustanir Billah, o califado fatimita, que deteve o poder durante 57 anos e 211 dias e está em 25.º lugar da lista dos maiores reinados.

Em 2015, mais precisamente no dia 10 de setembro, Isabel II ultrapassou a sua própria antecessora Vitória, a única outra mulher na lista, e tornou-se assim a monarca com o mais longo reinado, embora ainda com homens à sua frente.

No dia 7 de maio de 2022, Isabel II ultrapassou formalmente João II, grão-duque do Lichtenstein, que reinou 70 anos e 91 dias e no dia 12 de junho do mesmo ano deixou para trás Bhumibol Adulyadej, que foi Rei da Tailândia entre 9 de junho de 1946 e 13 de outubro de 2016.

Com a sua morte agora, aos 96 anos, a rainha que marcou tantas gerações de britânicos, e não só, fica aquém dos 26.407 dias no trono, isto é, 72 anos e 110 dias, de Luís XIV de França. O “Rei Sol” reinou “apenas” até aos 76 anos, mas beneficiou do facto de ter subido ao trono alguns meses antes de fazer cinco, pelo que detém ainda o recorde.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+