Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Rei Carlos III sucede à rainha Isabel II

08 set, 2022 - 19:55 • João Carlos Malta

Isabel II morreu aos 96 anos, estando a família real junta no Castelo de Balmoral, na Escócia.

A+ / A-

O até agora príncipe Carlos será o sucessor da rainha Isabel II, no trono britânico. Aos 73 anos, o herdeiro e filho mais velho de Isabel e Filipe vai liderar os destinos da coroa no Reino Unido.

O próximo inquilino do palácio de Buckingham poderá reinar com o nome de Carlos III, sendo o primeiro Carlos em vários séculos a ser coroado rei. O último morreu em 1685.

A decisão de que seria o príncipe Carlos a assumir o trono foi tomada em 2018, quando os representantes dos 53 países-membros da Commonwealth aprovaram, numa reunião à porta fechada realizada no Castelo de Windsor, o pedido feito na quinta-feira pela monarca britânica.

Na altura, na abertura da cimeira, Isabel II disse ser seu "sincero desejo" que o filho mais velho lhe sucedesse após a sua morte.

Carlos já reagiu em comunicado lamentando a perda. "A morte da minha querida mãe, sua majestade a Rainha, é um momento de grande tristeza para mim e para todos os membros da minha família“, assinalou.

“Lamentamos profundamente a morte de uma soberana querida e de uma mãe muito amada”, acrescentou.

A sucessão daquela que foi a monarca com mais tempo no trono, mais de 70 anos, já estava a ser preparada de forma oficiosa nos últimos meses.

O jornalista Robert Jobson, especialista neste tema, revelou que foi feita uma "transição constitucional não oficial", em que a rainha permaneceu como chefe de Estado, mas o príncipe Carlos assumiu mais deveres públicos importantes.

Nos últimos meses, foram vários os eventos em que o príncipe Carlos representou a monarca, como foi o caso do Remembrance Day e da cimeira climática promovida pela ONU (COP26), em novembro.

Também esteve presente na cerimónia da Commonwealth (organização que congrega Estados e territórios que integraram no passado o império colonial britânico), em março, e na missa de Páscoa, em abril, ou na abertura oficial do parlamento britânico, que ocorreu este mês.

Carlos esperou décadas para se tornar rei e é o herdeiro mais antigo da história britânica.

Abre-se agora um novo capítulo na vida do filho mais velho de Isabel II. Tornar-se-á monarca do Reino Unido e de 14 reinos da Commonwealth, do Canadá à Austrália, e permitirá que ele responda a uma pergunta que o acompanha há décadas: depois de uma vida inteira de intervenções na vida pública, que tipo de rei ele será?

Nos dias que agora se seguem, enfrenta o desafio de lidar com o luto pessoal e liderar uma nação em luto.

Carlos é o mais velho de quatro filhos da rainha e do falecido marido, o príncipe Filipe. Quando a mãe assumiu o trono aos 25 anos, ele tornou-se herdeiro aos três anos.

Os títulos de Carlos incluem: Príncipe de Gales, Duque da Cornualha, Duque de Rothesay e Conde de Carrick.

Carlos casou com Diana em 1981, e o casal ficou conhecido como Príncipe e Princesa de Gales.

Tiveram dois filhos, os príncipes William e Harry. Carlos e Diana separaram-se em 1992. Após a morte de Diana em 1997, Carlos casou-se com Camilla Parker Bowles, agora conhecida como Duquesa da Cornualha.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+