Tempo
|
A+ / A-

Treinador diz que "nada mudou" entre o Manchester United e Cristiano Ronaldo

14 jul, 2022 - 15:06 • Redação

Erik ten Hag disse, esta semana, que conta com o internacional português, que "não está à venda", apesar dos rumores.

A+ / A-

O treinador do Manchester United continua a contar com Cristiano Ronaldo para a nova época, apesar de o internacional português ainda não se ter apresentado para os trabalhos de pré-temporada.

Em conferência de imprensa, na Tailândia, na madrugada desta quinta-feira, Erik ten Hag foi novamente questionado sobre Cristiano Ronaldo, no entanto, preferiu esquivar-se e responder de forma curta.

"Já fizemos uma declaração a esse respeito. Nada mudou", frisou o técnico, que na segunda-feira garantiu que conta com Cristiano Ronaldo e avisou potenciais interessados que o avançado "não está à venda".

Apesar das palavras de Ten Hag, a verdade é que Cristiano Ronaldo ainda não se juntou à pré-época do Manchester United, falhou a digressão na Tailândia - alega que continua a tratar de um "problema familiar", embora se desconheça qual é - e estará interessado em deixar o clube.

Proposta milionária e outras prioridades


Na quarta-feira, a CNN e o "Record" deram conta de uma proposta milionária de um clube da Arábia Saudita, cujo nome não é conhecido.

O clube em causa estaria disposto a pagar 30 milhões de euros para libertar Cristiano Ronaldo, que receberia um total de 270 milhões de euros de salário em dois anos de contrato (135 milhões por ano).

Esta quinta-feira, o treinador do Chelsea foi confrontado com os rumores que têm apontado o internacional português e Robert Lewandowski aos "blues". Thomas Tuchel não descartou a contratação de um avançado, mas salientou que "a prioridade, neste momento, é a defesa".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+