Tempo
|
A+ / A-

Inglaterra

Paulo Fonseca pode ganhar sete milhões por ano no Newcastle

22 out, 2021 - 11:43 • Redação

Português agradou aos dirigentes do Newcastle, que estão na dúvida entre um treinador a longo prazo ou para salvar a época.

A+ / A-

Os responsáveis do Newcastle terão ficado impressionados após as conversações com Paulo Fonseca e, esta sexta-feira, o jornal britânico "The Telegraph" avança com os valores que o treinador português poderá ter à sua espera caso assuma mesmo o comando dos "magpies".

De acordo com a referida publicação, Paulo Fonseca poderá auferir um salário de mais de sete milhões de euros, incluindo bónus, se as negociações com o Newcastle chegarem a bom porto.

O maior entrave ao negócio é a indecisão do Newcastle sobre aquilo que pretende: um treinador apenas para esta época, que assegure a manutenção da Premier League, garantindo tábua rasa para quem chegar na próxima temporada, ou um técnico já para o longo prazo.

A dúvida explica-se pelo facto de o Newcastle ocupar, atualmente, a penúltima posição do campeonato, sem quaisquer vitórias. Paulo Fonseca, que encaixa no segundo cenário contemplado, terá de aguardar a decisão dos dirigentes dos "magpies" para suceder a Steve Bruce.

Paulo Fonseca à espera de desafio


Paulo Fonseca está sem clube, depois de ter deixado a Roma no final da temporada passada, ao fim de dois anos. Antes, tinha estado nos ucranianos do Shakhtar Donetsk durante três épocas. Em Portugal, orientou equipas como Paços de Ferreira, Sporting de Braga e FC Porto.

No verão, Paulo Fonseca teve acordo para treinar o Tottenham (em que sucederia a José Mourinho), no entanto, o negócio acabou por cair. O lugar acabou por ser ocupado pelo compatriota Nuno Espírito Santo.

O Newcastle foi comprado por um consórcio saudita que pretende levar o clube ao topo do futebol inglês. Steve Bruce ainda durou dois jogos, no entanto, acabou por não resistir ao início de temporada desastroso.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+