Tempo
|
A+ / A-

Inglaterra

Paulo Fonseca pode ser o próximo treinador do Newcastle

21 out, 2021 - 14:19 • Redação

O técnico português, que está sem clube desde o final da última época, é dos mais fortes candidatos a suceder a Steve Bruce.

A+ / A-

Paulo Fonseca é um dos mais fortes candidatos a treinar o Newcastle.

De acordo com a imprensa inglesa, o treinador português, de 48 anos, está em conversações com o Newcastle para suceder a Steve Bruce, que saiu "por mútuo acordo", após um mau arranque de temporada.

Paulo Fonseca está sem clube, depois de ter deixado a Roma no final da última temporada, ao fim de dois anos. Antes, tinha estado nos ucranianos do Shakhtar Donetsk durante três épocas. Em Portugal, orientou equipas como Paços de Ferreira, Sporting de Braga e FC Porto.

No verão, Paulo Fonseca teve acordo para treinar o Tottenham (em que sucederia a José Mourinho), no entanto, o negócio acabou por cair. O lugar acabou por ser ocupado pelo compatriota Nuno Espírito Santo.

Vários nomes na corrida. Mourinho diz "não"


Paulo Fonseca não é, contudo, o único candidato e a corrida ao Newcastle continua aberta. Nomes como o francês Lucien Favre e o inglês Eddie Howe, ambos sem clube, o também inglês Steven Gerrard, que orienta os escoceses do Rangers, também têm sido apontados aos "magpies".

Na quinta-feira, o português José Mourinho garantiu, em declarações à Sky Sport Italia, que não trocaria a AS Roma, a que chegou esta época, para suceder, precisamente, a Paulo Fonseca, pelo Newcastle.

"Não existe nada. Não vou abandonar os meus rapazes por nada. Assinei por três anos e não vou sair daqui", assegurou o treinador português.

O Newcastle foi comprado por um consórcio saudita que pretende levar o clube ao topo do futebol inglês. Steve Bruce ainda durou dois jogos, mas acabou por não resistir ao início de época sem qualquer vitória.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+