Tempo
|
A+ / A-

Fórmula 1

Mazepin. Autoridades italianas confiscam propriedades do piloto russo

11 abr, 2022 - 16:32 • Redação com Reuters

O piloto de Fórmula 1 Nikita Mazepin foi despedido da Haas em março, na sequência da invasão da Ucrânia, pela Rússia.

A+ / A-

As autoridades italianas confiscaram propriedades de Nikita Mazepin, antigo piloto de Fórmula 1, no valor de 105 milhões de euros, informa a Reuters.

Num esforço conjunto das autoridades italianas em penalizar os oligarcas russos, como Dmitry Mazepin, pai do antigo piloto da Haas, ligados a Vladimir Putin, presidente russo, foram várias as propriedades do piloto despedido da equipa norte-americana a serem confiscadas.

Esta operação, desencadeada como resposta à invasão da Ucrânia pela Rússia, visou uma pequena vila localizada no norte da ilha da Sardenha.

Nikita Mazepin integra, com o pai, Dmitry, a lista da União Europeia de oligarcas a sancionar. Além disso, o patriarca Mazepin é descrito, também pela UE, como membro do círculo mais próximo de Putin.

Mazepin foi despedido da Haas em Março e, pouco depois, criou uma fundação para apoiar atletas que tiveram de deixar de competir por razões políticas. O piloto russo foi substituído por Kevin Magnussen.

A operação já afetou vários milionários russos, com a polícia italiana a confiscar, no total, bens avaliados em mais de 900 milhões de euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+