Tempo
|

I Liga

​Primeira derrota do Sporting desperta FC Porto e Benfica

08 jan, 2022 - 00:01 • Sílvio Vieira

Campeão nacional exposto ao que os rivais podem fazer neste fim de semana. Depois de ter sido a primeira equipa a derrotar o FC Porto esta época, nas competições nacionais, Santa Clara faz o mesmo ao Sporting. Confira todos os números da derrota dos leões.

A+ / A-

O Sporting sofreu a primeira derrota da época na I Liga nos Açores, com o Santa Clara (3-2), e ficou exposto ao que os rivais diretos ainda podem fazer na última jornada da primeira volta.

O FC Porto joga com o Estoril e, se pontuar, ficará isolado na frente do campeonato, descolando do Sporting, com quem partilha a liderança. Os campeões nacionais entram mal em 2022 e têm testes duros pela frente nas próximas rondas.

Depois de defrontarem o Leça, para os oitavos de final da Taça de Portugal, visitam o Vizela e logo a seguir recebem o Braga, antes de reencontrarem o Santa Clara, nas meias-finais da Taça da Liga.

Desafios em que a equipa de Rúben Amorim, que falhou a deslocação aos Açores por estar infetado com Covid-19, será, uma vez mais, posta à prova e veremos, no final da ronda 17, com que nível de pressão.

Além de correrem o risco de o Porto se afastar no topo, os sportinguistas também podem ver o Benfica renovar a esperança de reentrar na luta pelo título. Desde já, os encarnados, no segundo jogo de Nélson Veríssimo, domingo, frente ao Paços de Ferreira, podem cortar a diferença de sete para quatro pontos, em relação ao Sporting.

O cenário de exposição aos rivais não é, no entanto, um cenário de perda total. A equipa perdeu um jogo, mas continua, com uma volta de I Liga por realizar, com muito tempo para tentar provar que o jogo com o Santa Clara terá sido circunstancial.

Os números da primeira derrota do Sporting

O jogo com o Santa Clara fica marcado na temporada do Sporting por ser a primeira derrota dos leões nas provas internas, mas há outros marcos com significado. Foi a primeira vez que o clube açoriano venceu o Sporting, na sua história.

Ao 13.º jogo, depois de dois empates e 10 derrotas, o Santa Clara bateu o clube de Alvalade.

Foi também a primeira vez, esta época, que o Sporting sofreu três golos nas competições nacionais. A única equipa que tinha conseguido marcar três ou mais golos ao Sporting foi o Ajax.

Lincoln foi o melhor em campo para a Renascença Foto: Eduardo Costa/Lusa
Lincoln foi o melhor em campo para a Renascença Foto: Eduardo Costa/Lusa
Jogadores do Sporting agradecem apoio dos adeptos em São Miguel Foto: Eduardo Costa/Lusa
Jogadores do Sporting agradecem apoio dos adeptos em São Miguel Foto: Eduardo Costa/Lusa
Jogadores do Santa Clara festejam golo de Lincoln Foto: Eduardo Costa/Lusa
Jogadores do Santa Clara festejam golo de Lincoln Foto: Eduardo Costa/Lusa
Foto: Eduardo Costa/Lusa
Foto: Eduardo Costa/Lusa

E se olharmos, em concreto, para o percurso de Rúben Amorim concluímos que é a segunda vez que uma equipa por si treinada sofre mais de dois golos na I Liga. Só o Benfica o tinha conseguido, na época passada, num jogo em que o Sporting já tinha o título garantido e perdeu, por 4-3.

Foi também a primeira vez que o Sporting perdeu um jogo, com Rúben Amorim, depois de estar em vantagem no marcador.

O registo defensivo dos leões também fica em xeque, depois de em dois jogos ter sofrido cinco golos, tantos quantos havia sofrido nas 15 jornadas anteriores do campeonato.

Para tudo isto contribuiu a exibição do "super Santa Clara" que o treinador interino, Tiago Sousa, tinha previsto aparecer em São Miguel. Lincoln, eleito o melhor em campo para a Renascença, fez um golo e protagonizou um grande lance, com assistência para Ricardinho selar a vitória.

Veja o resumo do Santa Clara-Sporting

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+