Tempo
|
A+ / A-

Bento XVI (1927-2022)

Durão Barroso e Bento XVI. “Pessoa verdadeiramente extraordinária da história contemporânea europeia”

31 dez, 2022 - 15:08 • Carlos Calaveiras

Morreu sua santidade o Papa Emérito Bento XVI este sábado, 31 de dezembro, às 9h34, anunciou o Vaticano. Tinha 95 anos.

A+ / A-

Leia também:


O antigo presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, diz que Bento XVI é uma “personalidade extraordinária, uma pessoa de grande inteligência, com uma vastíssima cultura, que sempre me impressionou pela sua sensibilidade”.

Em declarações à Renascença, o ex-primeiro-ministro refere que nas conversas que teve com Joseph Ratzinger “veio à baila o tema Europa” e Durão Barroso lembra que o Papa “escolheu o nome Bento porque Bento é o padroeiro da Europa”.

“Ele estava preocupado com a falta de dimensão espiritual na Europa, apoiava a integração europeia, mas achava que devíamos fazer mais pela dimensão espiritual da Europa”, acrescenta.

Durão Barroso não tem dúvidas: “O olhar de Bento XVI continua atual sobre a Europa de hoje, com aquilo que vemos hoje que é quase uma confrontação de civilizações, uma separação daquilo a que chamávamos ocidente. É importante que a Europa – não para a confrontação, mas para defesa dos seus valores e dos seus interesses - afirme a sua confiança na sua herança e não tenha vergonha de ser Europa”.

O antigo presidente da Comissão Europeia acrescenta que “a mensagem de Bento XVI em alguns momentos polémicos nem sempre foi apoiado pelos líderes políticos europeus”.

Sobre o momento específico da resignação, Durão Barroso considera que foi “um momento notável”.

“Foi criticado por alguns, mas vi aí um sinal da sua modéstia e da sua simplicidade e desapego em relação ao poder. Se ele sentia que não estava em condições de exercer plenamente o cargo, tomou a decisão que me parece acertada de humildemente reconhecer isso. Viveu os seus últimos anos de forma discreta e isso nunca foi um problema e foi mais uma lição, de abnegação e desapego”.

Numa nota mais particular, Durão Barroso recorda “Bento XVI como uma pessoa verdadeiramente extraordinária, não apenas na Igreja, mas da história contemporânea europeia, que merece admiração dos católicos e não católicos pelo exemplo que deu”.

Morreu sua santidade o Papa Emérito Bento XVI este sábado, 31 de dezembro, às 9h34, anunciou o Vaticano. Tinha 95 anos. Foi o primeiro pontífice católico a completar essa idade.

“Com pesar informo que o Papa Emérito Bento XVI faleceu hoje às 9h34, no Mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano. Assim que possível, serão enviadas novas informações”, refere o comunicado do diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

O corpo do Papa Emérito estará na Basílica de São Pedro para a saudação dos fiéis a partir da segunda-feira, 2 de janeiro, avança o Vatican News.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+