Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

OE 2022. António Costa convoca Conselho de Ministros de emergência

25 out, 2021 - 16:40 • Ricardo Vieira

A reunião para debater a crise em torno da proposta de OE 2022 está marcada para esta segunda-feira, a partir das 21h30, no Palácio da Ajuda.

A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, convocou um Conselho de Ministros de emergência por causa da crise em torno do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), confirma o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro.

"O Governo vai reunir-se hoje e, obviamente, servirá para avaliar a situação em que estamos e para aquilo que é a preparação do debate que vamos ter do Orçamento do Estado e de avaliação das posições a assumir nos próximos dias", declarou o secretário de Estado, numa conferência de imprensa realizada no Parlamento.

O executivo vai avaliar "todos os possíveis quadros", depois de Bloco de Esquerda e PCP anunciarem que vão votar contra a proposta de Orçamento do Estado para 2022.

A reunião para debater a crise em torno da proposta de OE 2022 está marcada para esta segunda-feira, a partir das 21h30, no Palácio da Ajuda, disse à Renascença fonte do Governo.

O Conselho de Ministros extraordinária é convocado depois de PCP e Bloco de Esquerda anunciarem o voto contra o Orçamento, na generalidade.

Em conferência de imprensa realizada esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, lamentou a posição do Partido Comunista.

"O Governo entende que foi feito um enorme esforço, nunca tínhamos ido tão longe no diálogo com o PCP como fomos este ano", declarou Duarte Cordeiro.

O secretário de Estado considera que este é um "Orçamento muito ambicioso e importante para o momento que o país atravessa", na sequência da pandemia, e "cria condições para a recuperação através do crescimento".

Para Duarte Cordeiro, “será difícil explicar aos portugueses que todas estas melhorias nas suas vidas estão postas em causa”.

Entretanto, no Parlamento, a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, disse que o Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", estendendo a mão ao PCP, que defende o fim da caducidade.

Depois do Bloco de Esquerda, o secretário geral do PCP, Jerónimo de Sousa, revelou esta segunda-feira que a bancada parlamentar do PCP vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022.

"Portugal não precisa de um Orçamento qualquer, precisa de resposta aos problemas existentes que se avolumam à medida que não são enfrentados", declarou Jerónimo de Sousa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+