Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19

Reunião Infarmed. Especialista recomenda autotestes no Natal

19 nov, 2021 - 17:31 • Filipe d'Avillez , Cristina Nascimento

Funcionários e visitas a lares devem ser testados regularmente e pede-se ainda o regresso aos horários desfasados e teletrabalho sempre que possível.

A+ / A-

Veja também:


Os especialistas recomendam a autotestagem durante os festejos do Natal, bem como o regresso aos horários desfasados e ao teletrabalho, sempre que possível, perante a constatação de que Portugal está a atravessar uma quinta vaga da pandemia.

Falando na reunião do Infarmed que decorreu esta sexta-feira em Lisboa, a investigadora Raquel Duarte enumerou uma série de medidas gerais que se aplicam a todas as situações, e que incluem a aposta na ventilação dos espaços, a utilização do certificado digital – que deve incluir informação sobre testagem nas 48 horas anteriores – a preferência por atividades no exterior, ou por via remota, o cumprimento do distanciamento físico, com determinação de número máximo de pessoas por metro quadrado e o uso obrigatório de máscara em ambientes fechados e públicos e o evitar de todas as situações de aglomeração não controladas.

Para além destas medidas, há algumas recomendações específicas para determinados setores, incluindo a auto-avaliação de risco e a autotestagem antes de convívios familiares alargados, que se tendem a multiplicar por altura do Natal. Já antes outro especialista tinha recomendado que os encontros sociais de Natal não ultrapassem as 50 pessoas.

No ramo do trabalho, Raquel Duarte recomenda que, sempre que possível, seja adotado o desfasamento de horários e o teletrabalho.

Para os lares de idosos é recomendada a testagem regular para funcionários e para visitas e nos transportes públicos a manutenção da utilização de máscara, o distanciamento físico e a ventilação adequada, nem que seja a abertura das janelas.

Por fim, em relação a grandes eventos, a recomendação é de que estes não se realizem em todas as situações em que não seja possível controlar o respeito pelas medidas de precaução para evitar contágios.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+