Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Cerca ao fim de semana. Teste ou certificado digital permitem entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa

24 jun, 2021 - 15:24 • Redação

Proibição de circular de e para a Área Metropolitana de Lisboa estabelecida pela segunda semana consecutiva. Restrição entra em vigor às 15h00 de sexta-feira.

A+ / A-

Veja também:


A Área Metropolitana de Lisboa (AML) volta a ter cerca no próximo fim de semana, anunciou esta quinta-feira a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, no final do Conselho de Ministros.

Uma das exceções é para quem apresentar um teste PCR ou de antigénio negativo à Covid-19 nas últimas 48 horas ou certificado digital que já está disponível no site do Serviço Nacional de Saúde, avança Mariana Vieira da Silva.

Os testes rápidos não são admitidos como forma de sair da Área Metropolitana de Lisboa durante o fim de semana.

"A medida que tomámos prendeu-se, essencialmente, com a procura de contenção da variante Delta no nosso país, que é maior na Área Metropolitana de Lisboa do que nos restantes territórios. A apresentação do teste negativo permite esse controlo e é por isso que agora abrimos essa possibilidade", explica a ministra da Presidência.

A proibição de entrar ou sair da AML entra em vigor às 15h00 de sexta-feira, dia 25 de junho, e termina às 06h00 da manhã de segunda-feira, dia 28, "sem prejuízo das exceções previstas", adianta o comunicado do Conselho de Ministros.

A Área Metropolitana de Lisboa fica novamente sob cerca, depois de no fim de semana passado a medida ter sido também adotada.

O Governo anunciou esta quinta-feira que Portugal não tem condições para avançar no desconfinamento, devido ao agravamento da pandemia.

Nas últimas 24 horas, Portugal regista mais dois mortos e 1.556 infetados com Covid-19. De acordo com o relatório desta quinta-feira da Direção-Geral da Saúde, o valor do R mantém-se igual, nos 1,17 a nível nacional e 1,18 no continente.

Os concelhos de Lisboa e Albufeira juntam-se a Sesimbra e recuam dois passos no desconfinamento devido ao aumento de casos de Covid-19, anunciou Mariana Vieira da Silva.

Entre as medidas anunciadas, os restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22h30 durante a semana e até às 15h30 ao fim de semana e feriados (no interior, com um máximo de 4 pessoas por grupo; em esplanada, 6 pessoas por grupo).

O comércio a retalho alimentar pode estar aberto até às 21h00 durante a semana e até às 19h00 ao fim de semana e feriados.

Há também 25 concelhos que dão um passo atrás no plano de desconfinamento, depois do Governo ter anunciado novas medidas para combater o aumento do número de casos de Covid-19 no país.

Esses concelhos são Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Barreiro, Braga, Cascais, Grândola, Lagos, Loulé, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odemira, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sintra, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.

A maioria destes concelhos pertencem à Área Metropolitana de Lisboa (AML) ou às regiões do Alentejo e do Algarve, que viram a pandemia aumentar significativamente.

Nestes concelhos, aplicam-se as restrições da terceira fase de desconfinamento definida pelo Governo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+