Tempo
|
A+ / A-

Catarina Martins: Seguidores de Bolsonaro têm "o mesmo ódio à democracia dos apoiantes de Trump"

08 jan, 2023 - 21:02 • Lusa

"A ordem constitucional deve ser reestabelecida imediatamente", defende Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda.

A+ / A-

Veja também:


A coordenadora do Bloco de Esquerda condenou este domingo a invasão das sedes das principais instituições brasileiras por parte de apoiantes do ex-presidente Jair Bolsonaro e considerou estar perante o mesmo ódio à democracia dos apoiantes de Donald Trump.

Manifestantes apoiantes de Jair Bolsonaro invadiram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF), sede do legislativo, executivo e do judiciário, num protesto violento na capital do Brasil.

"Seguidores de Bolsonaro invadem e destroem o Congresso, a sede do governo e o supremo tribunal brasileiros. O mesmo ódio à democracia dos apoiantes de Trump. O tempo é de todos os perigos", escreveu Catarina Martins na sua conta na rede social Twitter.

Apoiantes de Bolsonaro invadem Congresso do Brasil
Apoiantes de Bolsonaro invadem Congresso do Brasil

Catarina Martins salientou depois que, no Brasil, "a ordem constitucional deve ser reestabelecida imediatamente".

Centenas de apoiantes do ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro invadiram e vandalizaram hoje o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF), numa manifestação em que pedem uma intervenção militar para derrubar o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma semana após a sua tomada de posse.

Os manifestantes avançaram e furaram as barreiras montadas pela polícia, com imagens dos invasores dentro do salão verde do Congresso, dentro e fora do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal (STF), a serem divulgadas nas redes sociais.

A polícia brasileira usou gás lacrimogéneo para tentar, sem sucesso, travar os manifestantes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos Martins
    09 jan, 2023 Constância 00:33
    Claro que têm o mesmo ódio à democracia do que Trump... e, já agora, que o Maduro e o Díaz-Canel de Cuba, o Trump, o Xi Ping, o Kim. Ah, e todos os que pertenceram às FP 25 Abril e fartaram-se de matar inocentes. O mundo está cheio de pessoas com ódio à democracia.

Destaques V+