Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Metade da população britânica adulta já foi vacinada com uma dose

20 mar, 2021 - 12:04 • Hélio Carvalho , com agências

No Twitter, o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, mostrou-se "contente" pela meta atingida. O Reino Unido é o quarto país com uma maior percentagem da população vacinada.

A+ / A-

Veja também:


O Reino Unido já vacinou metade da população adulta, com pelo menos uma dose de vacinas contra a covid-19. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Matt Hancock, depois de terem sido administradas mais de 660 mil doses só na sexta-feira.

O país é assim o primeiro colosso da economia mundial a atingir essa marca.

No Twitter, Matt Hancock afirmou estar "contente" com a notícia e disse que "a vacina é uma história de sucesso nacional e é a nossa porta de saída desta pandemia".

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, foi filmado a ser vacinado na sexta-feira com uma dose da vacina da AstraZeneca, que foi suspensa em vários países europeus, mas não pelo Reino Unido.

O Governo britânico avisou, no entanto, que o ritmo acelerado de vacinação no país deverá abrandar a partir de abril, devido a alguns atrasos nos centros de produção indianos, onde várias vacinas são produzidas.

Os Estados Unidos são ainda os líderes na quantidade de doses administradas, vacinando com pelo menos uma dose 77,2 milhões de pessoas até sexta-feira e administrando entre dois a três milhões de doses por dia. Já Israel é o país com a maior percentagem da população vacinada (um dado criticado por organizações não-governamentais por não incluir a vacinação de palestinianos na Faixa de Gaza), seguido dos Emirados Árabes Unidos e do Chile. Em quarto lugar, surge então o Reino Unido.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+