A+ / A-

Jornada Mundial da Juventude em Portugal. “Um sonho! Não posso acreditar”

27 jan, 2019 - 17:37 • Paula Caeiro Varela

Do Panamá vinha a confirmação e no Parque das Nações, em Lisboa, a explosão contida rebentou entre em aplausos, saltos e cantigas. Começou a contagem decrescente para 2022.
A+ / A-

Veja também:



Por mais que já todos esperassem, por mais que já todos os sinais estivessem dados, e por mais que a noite no salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes fosse também a preparação para esse momento, nada como ouvir, de viva voz, a confirmação. Imediatamente antes do anúncio, as centenas de jovens que assistiram num ecrã gigante à missa celebrada pelo Papa já mal conseguiam permanecer sentados no chão onde muitos dormiram.

"A próxima jornada mundial da Juventude será em Portugal", anunciava lá longe, no Panamá, o Cardeal Kevin Farrell. No Parque das Nações, em Lisboa, a explosão contida rebentou entre aplausos, gritos, saltos e cantigas:

"Somos um, somos dois, somos três, somos milhões...", ouviram-se também cânticos que pareciam de claque: "Papa Franciscooo!", com aplausos cadenciados a entrecortar o coro de vozes, e no ecrã apareceu, por fim, o Hino de Portugal, cantado a plenos pulmões.

A explosão de alegria fez-se sentir também na forma de abraços multiplicados e de sorrisos de alegria larga.

Mafalda Batalheiro, coordenadora do Conselho Nacional do Movimento Juvenil Salesiano, desabafava: "Ainda estou um bocadinho a tremer, é muita felicidade junta, muita expectativa - a verdade é que já se falava qualquer coisa, que seria cá, mas a certeza só tivemos agora e neste momento acho que estamos todos muito ansiosos, ainda sem muita noção do trabalho que vamos ter". João Fialho, do mesmo movimento, destacava a vontade de serem muitos em 2022: "se vamos desejar, desejamos ser milhões, não apenas milhares. Sermos assim... dois milhões, porque não?".

Os jovens que organizaram o "Pana-cá" - nome dado ao evento da Vigararia de Lisboa II para participar assim, à distância, na Jornada Mundial do Panamá - mal podem esperar por começar a organizar a próxima. Mesmo sabendo que vai ser um "enorme desafio", todos acham que vão ser capazes: "vamos ter de preparar tudo para receber o Papa da melhor forma, e todos os jovens do mundo que venham ter connosco", diz Rita Moutinho.

A expectativa deu lugar a esperança de poderem participar, ao vivo, na próxima jornada Mundial da Juventude.

Havia alguns cartazes preparados, antecipadamente, pequenos cartões azuis com letras brancas: "Papa Francisco, esperamos por si em Lisboa", e outro com três balões colados: "JMJ LISBOA - Um sonho - Não posso acreditar".

Um sonho para muitos, será afinal possível, em Lisboa. Começou a contagem decrescente para 2022.

Do Panamá a Portugal. Veja as reações eufóricas dos portugueses após anúncio da próxima JMJ
Do Panamá a Portugal. Veja as reações eufóricas dos portugueses após anúncio da próxima JMJ
"Sejam bem-vindos a Portugal". O vídeo oficial da JMJ em Portugal
"Sejam bem-vindos a Portugal". O vídeo oficial da JMJ em Portugal
História da JMJ. O legado de João Paulo II aos jovens
História da JMJ. O legado de João Paulo II aos jovens
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.