Tempo
|

Patriarca Copta-Católico entronizado no Egipto

12 mar, 2013 • Filipe d’Avillez

No dia em que o seu antecessor entra para o Conclave para escolher o próximo Papa, o novo Patriarca da pequena Igreja Copta-católica foi investido no Egipto.  

Foi entronizado esta terça-feira o novo Patriarca da Igreja Copta-Católica, uma igreja oriental em comunhão com Roma que tem sede no Egipto e reúne umas centenas de milhares de fiéis.

O Patriarca Ibrahim, eleito a 15 de Janeiro, assume assim a plena autoridade desta Igreja, no mesmo dia em que o seu antecessor, o Patriarca emérito Antonios Naguib, se prepara para entrar para o Conclave, em Roma, onde ajudará a escolher o novo Papa.

Os coptas católicos são uma pequena percentagem dos coptas, como são conhecidos os cristãos do Egipto. A esmagadora maioria dos coptas são ortodoxos e obedecem ao Papa Tawadros II, eleito em Novembro de 2012.

Num assinalável gesto ecuménico, Tawadros marcou presença na cerimónia de entronização e a certa altura foi convidado a falar aos fiéis reunidos, sendo brindado com uma estrondosa ovação no momento em que foi apresentado e também quando acabou de falar.

Vários outros patriarcas, católicos e ortodoxos, sobretudo do Médio Oriente, estavam presentes, bem como representantes dos meios políticos e militares do Egipto.

Ibrahim Isaac Sidrak tem 57 anos e tem formação em Teologia e Filosofia. Estudou alguns anos em Roma e serviu como bispo de Minya antes da sua eleição para o Patriarcado.
À imprensa já disse que a sua grande preocupação é a crescente islamização da sociedade civil e política no Egipto.