Tempo
|

Ordem Hospitaleira de São João de Deus recebe Prémio "Cidadão Europeu"

24 fev, 2015

O galardão foi atribuído no início deste ano pelo Parlamento Europeu.

A Ordem Hospitaleira de S. João de Deus recebe, esta quarta-feira, em Bruxelas, o Prémio "Cidadão Europeu". O galardão foi atribuído no início deste ano pelo Parlamento Europeu.

A ideia partiu do eurodeputado espanhol do Partido Popular, Gabriel Mato para realçar a dimensão social desta instituição ligada aos valores consagrados na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

Para o superior geral da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus, Jesús Etayo, este prémio "significa um reconhecimento de toda a missão que realiza em todo o mundo, um reconhecimento dos valores, da sua filosofia".

"Isto quer dizer, sobretudo, que a missão que realizamos continua actual, viva neste momento da nossa história, depois de quase 500 anos da fundação da nossa ordem. E, por outro lado, significa também o reconhecimento destes nossos irmãos e colaboradores que verdadeiramente deram a vida em consequência do vírus ébola", acrescenta.

Em 2014 morreram 18 pessoas da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus, entre religiosos e colaboradores, que cuidavam de vítimas de ébola.

A instituição trabalha em 53 países dos cinco continentes. Em Portugal tem oito centros de apoio.

A Ordem Hospitaleira de S. João de Deus presta assistência aos mais desfavorecidos em diversos âmbitos: doentes, deficientes mentais, toxicodependentes, sem-abrigo, entre outros.