Tempo
|

Paulistas escolhem sacerdote brasileiro como novo superior geral

04 fev, 2015 • Ecclesia

Valdir José de Castro, novo superior geral da congregação, é o sétimo sucessor do fundador, o Beato Tiago Alberione, e o “primeiro não italiano a ser escolhido para o cargo”.  

Os religiosos da Sociedade São Paulo (Paulistas) escolheram esta quarta-feira um sacerdote brasileiro como novo superior geral da congregação, para os próximos seis anos, no décimo capítulo geral na casa de retiros em Ariccia, em Roma.

Num comunicado enviado à Agência Ecclesia, os Paulistas informam que o padre Valdir José de Castro, novo superior geral da congregação durante os próximos seis anos, é o sétimo sucessor do fundador, o Beato Tiago Alberione, e o “primeiro não italiano a ser escolhido para o cargo”.

“No primeiro dia de votações no Capítulo dos paulistas, o padre Valdir foi eleito logo à segunda votação, uma rapidez invulgar na congregação”, acrescenta o comunicado.

“Não costuma ser uma eleição tão rápida”, frisou o superior regional de Portugal e membro do Capítulo à revista ‘Família Cristã’.

O padre José Carlos Nunes frisou que a eleição foi “sinal da grande comunhão” que existe em “todos os membros da assembleia capitular”.

O novo superior geral da Sociedade São Paulo actualmente era superior provincial do Brasil e director da Faculdade de Comunicação e Tecnologia dos Paulistas.

Natural de São Paulo, Brasil, o padre Valdir José de Castro tem 53 anos, e é proveniente da primeira comunidade fundada pelos paulistas fora da Europa, em 1931.

O capítulo geral dos Paulista termina no dia 15 de Fevereiro e a partir de hoje os trabalhos são “presididos” pelo novo superior geral, nomeadamente as eleições dos conselheiros e a aprovação do plano para os próximos seis anos.

O décimo Capítulo Geral dos Paulistas realiza-se com o tema ‘Tudo faço pelo Evangelho (1Cor 9,23). Paulistas, evangelizadores-comunicadores. Em Cristo novos apóstolos para a humanidade’.

A congregação conta com 961 religiosos em todo o mundo, entre sacerdotes e religiosos, em 40 países de todos os continentes com 113 comunidades e em 2014 celebraram o centenário da sua fundação pelo Beato Tiago Alberione.