Tempo
|

Francisco não quer bispos carreiristas ou vaidosos

05 nov, 2014

Os bispos devem servir as suas comunidades. "O episcopado é um serviço".

Francisco não quer bispos carreiristas ou vaidosos
Francisco não quer bispos carreiristas ou vaidosos
O Papa disse no Vaticano que os bispos têm uma missão de “serviço” e dedicação aos outros na Igreja. Francisco não quer bispos carreiristas ou vaidosos. “É triste quando se vê um homem que procura este cargo e faz tantas coisas para lá chegar. Quando isso acontece, não serve, pavoneia-se, vive apenas para a sua vaidade”, alertou.

O Papa disse no Vaticano que os bispos têm uma missão de “serviço” e dedicação aos outros na Igreja. Francisco não quer bispos carreiristas ou vaidosos.

“O episcopado não é uma honra, é um serviço. Foi assim que Jesus quis. Não deve haver lugar na Igreja para a mentalidade mundana que diz: ‘Este homem fez carreira eclesiástica, chegou a bispo’. Não! Na Igreja, não deve haver lugar para esta mentalidade. O episcopado é um serviço, não uma honra para se gabar dela”, disse perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro para a audiência pública semanal.

“É triste quando se vê um homem que procura este cargo e faz tantas coisas para lá chegar. Quando isso acontece, não serve, pavoneia-se, vive apenas para a sua vaidade”, alertou.

O Papa precisou que os bispos, como sucessores dos Apóstolos, são colocados à frente das comunidades cristãs “como garantes da sua fé e como sinal vivo da presença do Senhor no meio delas”.

No final desta audiência geral, Francisco anunciou que vai a Turim, em peregrinação, a 21 de Junho do próximo ano, para venerar o Santo Sudário e prestar homenagem a São João Bosco, nos 200 anos do seu nascimento.