Tempo
|

Itália vende ilha e castelo em tempo de crise

14 abr, 2014

Leilão online tem como objectivo angariar fundos para cumprir as metas orçamentais definidas pela União Europeia e abater a dívida pública.

Uma ilha na lagoa de Veneza, um castelo do século XV e um antigo mosteiro são algumas das propriedades colocadas à venda pelo Estado italiano.

Em tempo de crise, o leilão online tem como objectivo angariar fundos para cumprir as metas orçamentais definidas pela União Europeia e abater a dívida pública.

“Os investidores podem licitar as nossas propriedades a partir de qualquer ponto do mundo, de Nova Iorque ao Dubai”, explica Stefano Scalera, da agência pública responsável pelas propriedades do Estado italiano.

“Através da internet podem descarregar os documentos e os contratos, que estão traduzidos em Inglês”, sublinha.

Entre as quatro dezenas de propriedades à venda até 6 de Maio estão a Ilha de Poveglia, na lagoa de Veneza, que está desabitada há décadas, desde o encerramento de um hospital que estava ali instalado.

Os interessados também pode adquirir, por exemplo, o Castelo de Gradisca d`Isonzo, do século XV, perto da fronteira com a Eslovénia, um antigo mosteiro em Loreto ou um quartel militar desactivado no centro de Trieste.

O Estado italiano conta arrecadar 500 milhões de euros até ao final do ano com a venda de propriedades.