|
    03, jan
  • Morte de general Soleimani enterra qualquer hipótese de negociações entre Irão e EUA

    Morte de general Soleimani enterra qualquer hipótese de negociações entre Irão e EUA

    À luz do direito internacional este ataque, ordenado por Donald Trump, é considerado um ato de guerra, que em teoria permitiria a Teerão declarar guerra contra os Estados Unidos.
  • 13, dez
  • EUA aprovam licença de maternidade paga para trabalhadores federais

    EUA aprovam licença de maternidade paga para trabalhadores federais

    Quando no Congresso se encarniçava a luta pelo impeachment, democratas e republicanos chegaram a acordo num assunto sensível. Trump conseguiu verba para a nova Força Espacial norte-americana, um novo ramo militar. Os democratas avançaram numa conquista social importante. É a negociação típica da política americana.
  • 10, dez
  • Afeganistão. Uma guerra sem solução contada por quem a viveu

    Afeganistão. Uma guerra sem solução contada por quem a viveu

    Quase 50 anos depois dos “Pentagon Papers” que puseram a nu a realidade da guerra no Vietname, surgem agora os “Afhganistan Papers” revelados pelo Washington Post. É a história secreta de uma guerra que dura há 18 anos e parece não ter fim. Foi Churchill quem disse que na guerra a primeira vítima é a verdade. Ei-la contada agora por quem conhece a realidade.
  • 06, dez
  • Abuso de poder, obstrução à justiça e ao Congresso  serão os fundamentos da acusação a Trump

    Abuso de poder, obstrução à justiça e ao Congresso serão os fundamentos da acusação a Trump

    Democratas vão redigir os termos da acusação na próxima semana e querem votar destituição de Trump até ao Natal. Senado deve absolver o presidente. Investigação da Câmara de Representantes revela manobras de Giuliani e de Devin Nunes na nebulosa ucraniana.
  • 28, nov
  • ​Devin Nunes suspeito de ter conspirado a favor de Trump na questão da Ucrânia

    ​Devin Nunes suspeito de ter conspirado a favor de Trump na questão da Ucrânia

    Obcecado com teorias da conspiração contra Trump, deputado luso-americano é agora suspeito de ter sido cúmplice numa tese conspirativa. Nunes terá reunido em Viena com antigo procurador-geral ucraniano afastado por não combater a corrupção no país. Vira-se o feitiço contra o feiticeiro.
  • 21, nov
  • ​Embaixador nomeado por Trump arrasa tese republicana sobre inocência do Presidente

    Crónica

    ​Embaixador nomeado por Trump arrasa tese republicana sobre inocência do Presidente

    É republicano. Foi escolhido por Trump para Bruxelas. Tinha linha direta com o Presidente. Gordon Sondland demoliu pela base a tese de que Trump está inocente na troca de favores com a Ucrânia. O “impeachment” na Câmara de Representantes é agora mais provável.
  • 16, nov
  • Trump, um presidente acima da lei

    Trump, um presidente acima da lei

    Donald Trump resiste a divulgar a declaração de impostos, mas agora apelou ao Supremo para se pronunciar sobre o assunto. Se vencer, é o equilíbrio dos poderes constitucionais que pode ficar em causa. Abre-se caminho a um presidente autocrata e acima da lei.
  • 03, out
  • ​Freitas do Amaral 86: a primeira campanha à americana em Portugal

    ​Freitas do Amaral 86: a primeira campanha à americana em Portugal

    Em 1986, Freitas do Amaral protagonizou o maior combate político da democracia portuguesa. A sua campanha eleitoral foi a mais eficiente e profissional de sempre. Uma campanha à americana. Atrás dele, alinhava-se uma direita nostálgica que sonhava vingar-se do 25 de Abril, do PREC e da descolonização. Mas esses não eram os objetivos nem os valores do candidato.
  • 26, set
  • ​Mistura entre questões de Estado e favores pessoais pode custar o cargo a Trump

    ​Mistura entre questões de Estado e favores pessoais pode custar o cargo a Trump

    O processo de destituição do Presidente americano começou esta semana, mas desta vez os fundamentos são mais simples e mais fáceis de explicar. Há dúvidas sobre um nexo de causalidade, mas mesmo sem ele as ilegalidades parecem flagrantes.
  • 25, set
  • ​Populismo domina assembleia-geral da ONU, refletindo os ventos no mundo

    ​Populismo domina assembleia-geral da ONU, refletindo os ventos no mundo

    Foi uma sessão de abertura como nunca se tinha visto. Bolsonaro, Trump, Al Sissi e Erdogan, em sequência e ao vivo, na tribuna das Nações Unidas. Uma ofensiva contra o multilateralismo, que Guterres tenta contrariar e que conta com Marcelo como aliado, entre outros. O secretário-geral da ONU mostrou preocupação com uma grande fratura entre EUA e China.