Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

FC Porto não aceita adiar jogo com o Estoril

04 jan, 2022 - 18:19 • João Fonseca , Inês Braga Sampaio

Estorilistas têm mais de 30 casos de Covid-19. Jogo de sábado só não se realiza se o Porto aceitar o adiamento - tem 24 horas para responder -, se o Estoril não tiver 13 jogadores disponíveis ou se o delegado de saúde decretar o isolamento do plantel.

A+ / A-

O FC Porto não aceita adiar o jogo de sábado com o Estoril Praia.

Os dois clubes reuniram-se, esta terça-feira, com monitorização da Liga de Clubes, para discutir o possível adiamento do encontro da 17.ª jornada do campeonato, face aos mais de 30 casos que afetam a estrutura canarinha, entre plantel, equipa técnica e "staff".

O Estoril confirmou à Renascença ter pedido oficialmente o adiamento do jogo ao FC Porto, que agora tem 24 horas para responder.

Nesta fase, o jogo só não se realiza se o FC Porto aceitar o adiamento, se o Estoril não tiver 13 jogadores disponíveis, incluindo um guarda-redes, ou se o delegado de saúde decretar o isolamento do plantel lisboeta.

Ao que Bola Branca apurou, o FC Porto não manifestou interesse em adiar o jogo se o Estoril tiver 13 jogadores disponíveis, até porque ainda recentemente foram aprovadas regras explícitas para estes casos.

A Liga não intervém a não ser que o Estoril não tenha 13 atletas disponíveis para a partida no Estádio António Coimbra da Mota.

A nova regra das competições profissionais de futebol sobre a Covid-19, implementada em dezembro de 2021, obriga a que cada equipa tenha, pelo menos, 13 jogadores na ficha de jogo, incluindo um guarda-redes. O Estoril tem um total de 36 atletas inscritos na Liga de Clubes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+