Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Otamendi: "O que fizeram a Schmidt foi uma injustiça"

11 dez, 2023 - 17:24 • Redação

Capitão do Benfica defende o treinador, que foi alvo de vaias, lenços brancos e arremesso de objetos frente ao Farense.

A+ / A-

Veja também:


Nicolás Otamendi considera que o arremesso de objetos na direção de Roger Schmidt, no jogo com o Farense, foi "uma injustiça" e pede que aos adeptos do Benfica que apoiem nos bons e nos maus momentos.

Confrontado com o sucedido frente ao Farense - vaias e objetos arremessados na direção do treinador aquando da substituição de João Neves -, esta segunda-feira, em conferência de imprensa, o capitão do Benfica alinha-se com o presidente, Rui Costa, em defesa de Schmidt.

"Acho que foi uma injustiça. Há que evitar esse tipo de situações, há que apoiar nos momentos bons e nos momentos maus. Já ganhámos a Supertaça e estamos a um ponto do líder do campeonato. Estamos em todas as provas internas. Não estão a entrar as bolas que no ano passado entravam, mas temos de continuar focados e a trabalhar", salienta.

Otamendi admite que o Benfica tem de melhorar, contudo, vinca que a atitude deve ser sempre positiva, mesmo quando as coisas não correm bem:

"Temos de tentar ser positivos. Há alturas em que as coisas não nos saem mas temos de continuar a insistir para voltarmos a ter a qualidade de jogo que conseguimos para continuarmos a somar pontos."

Novo parceiro terá todo o apoio de Otamendi


Sobre o jogo com o Salzburgo, o último da fase de grupos da Liga dos Campeões e decisivo para a continuidade do Benfica nas competições europeias - tem de vencer por dois ou mais golos para seguir para a Liga Europa -, Otamendi sublinha a importância de marcar golos.

Na componente defensiva, o argentino não terá a companhia de António Silva no eixo, uma vez que o central português foi expulso no jogo anterior, frente ao Inter de Milão. O novo colega terá o apoio do capitão.

"O António é um jogador importante para o grupo, mas tem de manter o ânimo. Quem quer que o treinador escolha [para jogar frente ao Salzburgo], temos de ajudá-lo e apoiá-lo e dar-lhe a tranquilidade de que precisa. Temos de estar preparados para um jogo duro", destaca.

O Salzburgo é uma equipa "jovem, mas de qualidade, com grandes jogadores", que o Benfica tentará anular: "Queremos seguir em frente."

O Salzburgo-Benfica está marcado para terça-feira, às 20h00, na Áustria, e terá relato e acompanhamento ao minuto no site da Renascença, em rr.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+