Da Capa à Contracapa
Os grandes temas da atualidade em debate à Terça-feira, depois das 23h, na Edição da Noite. Uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.
A+ / A-
Arquivo
Como lidar com um novo desastre humanitário na Europa?

Da Capa à Contracapa

Como lidar com um novo desastre humanitário na Europa?

08 mar, 2022 • Maria João Costa , Ana Marta Domingues (produção)


Estima-se que 80% deste movimento migratório seja protagonizado por mulheres e crianças. Com o jornalista José Pedro Frazão na Ucrânia, a conversa desta terça-feira é moderada por Maria João Costa, que tem como convidados o especialista em Direito Internacional e migrações Gonçalo Saraiva Matias e o investigador e geógrafo Jorge Malheiros.

Com a União Europeia a receber em dois dias os mesmos refugiados que acolheu em dois anos, a questão levanta-se: como vamos lidar com um novo desastre humanitário na Europa?

Esta e outras perguntas são colocadas durante o programa de hoje, dedicado ao mais rápido movimento de refugiados dos últimos 100 anos na Europa. Em destaque, o facto de esta ser, sobretudo, uma crise de refugiados vivida no feminino.

Estima-se que 80% deste movimento migratório seja protagonizado por mulheres e crianças – mais de um milhão já saiu do seu país. Filhos e filhas de uma geração sacrificada por vários anos de conflitos na Ucrânia.

Qual o papel da Europa no acolhimento destes refugiados, tendo em conta outras crises recentes? Como é que o Direito Internacional se terá que adaptar a esta nova situação de guerra?

Nesta semana, a conversa é moderada pela jornalista Maria João Costa, com intervenções do jornalista José Pedro Frazão, enviado especial da Renascença à Ucrânia, e com os convidados Gonçalo Saraiva Matias, diretor de Estudos da Fundação Francisco Manuel dos Santos, especialista em Direito Internacional e em migrações, e o investigador e geógrafo Jorge Malheiros.

O Da Capa à Contracapa é uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.