Jacinto Lucas Pires-Henrique Raposo
Um escritor, dramaturgo e cineasta e um “proletário do teclado” e cronista. Discordam profundamente na maior parte dos temas. À segunda e quarta, às 9h15
A+ / A-
Arquivo
Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo - O novo Governo socialista - 16/10/2019
Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo - O novo Governo socialista - 16/10/2019

J. Lucas Pires/H. Raposo

Novo Governo perdeu "oportunidade de recomeço" e "cheira a vinho velho"

16 out, 2019


Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo comentam o novo executivo socialista, saído das eleições de 6 de outubro.

Henrique Raposo e Jacinto Lucas Pires mostram-se muito críticos das escolhas de António Costa para a nova equipa, considerando que perdeu uma oportunidade de dar novos sinais.

“Escolhendo as mesmas pessoas e pessoas muito próximas, perde uma oportunidade de recomeço, de abertura, até porque um Governo que vai precisar de lançar pontes a outras sensibilidades políticas e não dá esse sinal”, afirma Jacinto Lucas Pires.

“Costa puxa todos os seus amigos, mesmo pessoais, para próximo de si e até Centeno é despromovido. Isto revela que vai ser um ou dois anos de combate político puro e duro e não vai haver reformas”, afirma, por seu lado Henrique Raposo, para quem parece estar “tudo a apostar que esta legislatura será curta”.

“O Governo parece um bunker que está a preparar-se para resistir até às próximas eleições”, numa demonstração de que a geringonça acabou.

Pegando na frase “não se deve pôr vinho novo em odres velhos nem remendo de pano novo em roupa velha”, Henrique Raposo defende que “este Governo cheira a vinho velho e, como se sabe, o vinho velho dá enormes ressacas”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.