Tempo
|
A+ / A-

Lucas Veríssimo no Benfica só em fevereiro

14 jan, 2021 - 08:59 • Redação

O Santos apurou-se para a final da Libertadores, marcada para 30 de janeiro. O acordo entre os clubes prevê que o central só deixe o Brasil depois de o Santos terminar a campanha na competição.

A+ / A-

Só em fevereiro é que Jorge Jesus irá poder contar com Lucas Veríssimo, central que o Benfica contratou ao Santos, por 6,5 milhões de euros.

O clube brasileiro garantiu a presença na final da Libertadores e o acordo entre os clubes prevê que o central fique no Santos até a equipa terminar a participação na competição.

A final, frente ao Palmeiras, no Maracanã, está marcada para 30 de janeiro. Nesse sentido, Veríssimo só chegará ao Benfica no mês de fevereiro.

Não será opção para os clássicos que os encarnados têm em agenda até ao fim do mês. Se já era claro que não estaria disponível para o de sexta-feira, frente ao FC Porto, e que dificilmente estaria em condições para a meia-final da Taça da Liga, com o Braga, na próxima semana, Lucas Veríssimo poderia ser opção para o dérbi com o Sporting, previsto para 31 de janeiro.

Até ao fim do mês, o Benfica tem quatro jogos marcados. Poderá realizar mais uma partida - a final da Taça da Liga -, se eliminar o Braga.

O central, de 25 anos, cumpriu os 90 minutos do jogo da 2.ª mão das meias-finais da Libertadores, frente ao Boca Juniors, que o Santos venceu por 3-0. Na final, o Santos vai defrontar o Palmeiras, de Abel Ferreira. Esta época, Lucas Veríssimo tem 33 jogos realizados.

O atraso na chegada do jogador mantém Ferro e Todibo na expectativa. Os dois centrais menos utilizados do plantel - Otamendi, Vertonghen e Jardel têm mais minutos - têm futuro indefinido e podem deixar o clube durante o mercado de janeiro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.