Tempo
|
A+ / A-

Balanço DGS

Covid-19. Mais seis mortes e 233 casos nas últimas 24 horas

14 jul, 2020 - 15:45 • Ricardo Vieira

Lisboa e Vale do Tejo regista 143 dos novos casos confirmados da doença. Há mais seis pessoas internados em cuidados intensivos.

A+ / A-

Veja também:


A pandemia de covid-19 provocou em Portugal 1.668 mortes e 47.051 casos desde março, indica o boletim desta terça-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS). São mais seis óbitos e 233 pessoas infetadas nas últimas 24 horas.

O número de novos casos é o mais baixo desde 6 de julho.

Um total de 143 dos novos casos foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo.

A DGS indica que 472 doentes estão internados nos hospitais, 69 dos quais em unidades de cuidados intensivos. Há agora mais seis internados em cuidados intensivos em comparação com o balanço anterior.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, 31.550 pessoas recuperaram da covid-19. São mais 485 em relação aos dados oficiais anteriormente conhecidos.

Segundo o boletim desta terça-feira da Direção-Geral da Saúde, 1.472 pessoas aguardam os resultados aos testes realizados.

O número de infetados pela covid-19 subiu para 54a covid-19 subiu para 54 na fábrica de cerâmica Geberit, no Carregado, no concelho de Alenquer, foi esta terça-feira divulgado em conferência de imprensa.

O coordenador da Saúde Pública da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Mário Durval, disse que 54 dos 419 trabalhadores testados estão positivos, enquanto os restantes acusaram negativo.

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou na segunda-feira, à saída de uma reunião entre o Governo e autarcas dos municípios da Grande Lisboa mais afetados pela Covid-19, que o estado de calamidade será prolongando por mais duas semanas em 19 freguesias.

Apesar de fazer um balanço “positivo” dos últimos 15 dias, Mariana Vieira da Silva explica que não é ainda tempo de “atenuar” medidas. E explica: “A taxa de incidência é menor do que há 15 dias. Surgem hoje menos novos casos por cada 100 mil habitantes do que há 15 dias. Mas ñão temos condições para atenuar a situação nestas freguesias”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+