Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de ​Covid-19

Restrições em freguesias de Lisboa prolongadas por mais duas semanas

13 jul, 2020 - 17:59 • Tiago Palma

Generalidade dos estabelecimentos continuam a encerrar às 20h00 e mantém-se a proibição de venda de álcool nas estações de serviço. Mariana Vieira da Silva faz balanço positivo das medidas, mas garante que é cedo para as atenuar.

A+ / A-

Veja também:


A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou esta segunda-feira, à saída de uma reunião entre o Governo e autarcas dos municípios da Grande Lisboa mais afetados pela Covid-19, que o estado de calamidade será prolongando por mais duas semanas em 19 freguesias.

Apesar de fazer um balanço “positivo” dos últimos 15 dias, Mariana Vieira da Silva explica que não é ainda tempo de “atenuar” medidas. E explica: “A taxa de incidência é menor do que há 15 dias. Surgem hoje menos novos casos por cada 100 mil habitantes do que há 15 dias. Mas ñão temos condições para atenuar a situação nestas freguesias”.

Em Lisboa, e concretamente nos cinco concelhos mais afetados, a ministra de Estado e da Presidência explica que se tem verificado “uma tendência decrescente [o número de casos por 100 mil habitantes desceu de 154 para 121] que importa consolidar”. Mas adverte: “Não estamos totalmente descansados, a situação carece de um forte acompanhamento – à semelhança do que aconteceu nos últimos 15 dias”.

À população das freguesias mais afetadas, Mariana Vieira da Silva deixa uma apelo “muito simples”, que passa por “manter o distanciamento físico”, “usar máscara” e “reduzir o mais que pudermos o nível dos ajuntamento”. Nestas 19 freguesias os ajuntamentos estão limitados a cinco pessoas, enquanto que na Área Metropolitana de Lisboa é de 10 e no restante território nacional de 20 pessoas.

Permanecem ainda em vigor Área Metropolitana de Lisboa as restrições em vigor desde 1 de julho, como a obrigação de encerramento da generalidade dos estabelecimentos comerciais às 20h00 e a proibição de venda de álcool nas estações de serviço.

Quais as freguesias que continuam em situação de calamidade?

  • Concelho da Amadora: freguesias de Alfragide, Águas Livres, Falagueira/Venda Nova, Encosta do Sol, Venteira e Mina de Água;
  • Concelho de Odivelas: freguesias de Odivelas, Pontinha/Famões, Póvoa de Santo Adrião/Olival de Basto e Ramada/Caneças;
  • Concelho de Sintra: Agualva/Mira Sintra, Algueirão/Mem Martins, Cacém/S. Marcos, Massamá/Monte Abraão, Queluz/Belas e Rio de Mouro;
  • Concelho de Loures: União das Freguesias de Camarate/Unhos/Apelação e União de Freguesias de Sacavém/Prior Velho;
  • Concelho de Lisboa: freguesia de Santa Clara.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+