O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Real Madrid

Florentino só fala com Ronaldo após as Confederações. "Tudo isto é muito estranho"

19 jun, 2017 - 23:39

Presidente do Real Madrid toma primeira posição pública e oficial sobre a acusação de fraude fiscal voluntária imputada pelo Fisco espanhol ao internacional português.
A+ / A-

Veja também:


Florentino Pérez revelou, na noite desta segunda-feira, que vai deixar passar a participação de Cristiano Ronaldo na Taça das Confederações para poder, aí sim, sentar-se e conversar com o internacional português sobre a acusação de fraude fiscal voluntária que lhe é imputada pelo Fisco espanhol.

O presidente do Real Madrid falou hoje, pela primeira vez, sobre o caso que está a abalar os "merengues" e o futebol do país vizinho, com a alegada intenção de CR7 em abandonar Espanha como pano de fundo.

Florentino confessa ter sido apanhado desprevenido com todo o caso, revelando não ter qualquer "solução" para o delicado processo que envolve o principal activo dos "blancos".

"Soube de tudo através dos jornais. Não tenho nenhuma solução. O Cristiano, como os restantes jogadores com contrato, é jogador do Real Madrid. O que possa ter sucedido, que seguramente algo aconteceu, ele irá contar-nos e veremos o que se passa. Não percebi ainda muito bem. Está num torneio importante, como a Taça das Conferações e, até que termine, não vou perturbar o ambiente da Selecção. Não sei o que aconteceu. Mas o que tiver sucedido, ele vai contar-nos", afirmou, em entrevista à rádio Onda Cero, poucas horas depois de ter sido reeleito para a presidência do Real.

Questionado, em específico, sobre a eventual fuga aos impostos de Ronaldo, Florentino Pérez puxou do elogio ao carácter do capitão da Selecção Nacional para disparar, sem reservas, que tudo isto lhe parece "muito estranho" e desejando que tudo não passe de um mal-entendido.

"Falarei com ele e terá de me dizer. Vou defendê-lo enquanto pessoa. Parto do princípio de que todos devem cumprir as suas obrigações fiscais, mas também de que ele tenha cumprido essas mesmas obrigações. Segundo me parece, tem a mesma estrutura que tinha em Inglaterra, um país da União Europeia. Isso valeu-lhe lá e trouxe-o para cá. Vi como se tratou da notícia e afectou-me. Ronaldo Tem muita personalidade e é muito solidário. Faz um papel social que as pessoas não conhecem. Estou certo de que não fugiu aos seus deveres fiscais, suponho que tudo isto seja uma confusão."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Adepto
    20 jun, 2017 Lisboa 09:48
    Fica descansado ronaldo, porque o Real vai te pagar os impostos. Não faças mais birras menino mimado.