Nos bastidores dos CTT: O que acontece às nossas encomendas?

07 nov, 2022 - 09:22 • Marta Pedreira Mixão

Milhares de queixas, inúmeros atrasos e uma privatização que ainda provoca ressentimentos. Os Correios de Portugal são uma das empresas nacionais com mais reclamações. A encomenda de Ana foi entregue a um desconhecido e desapareceu. A carta registada de Eduardo foi parar a uma repartição de Finanças. O iPhone de Bruno nunca chegou. Insatisfação com o serviço da operadora já deu origem a episódios de violência. Em 2021, o Estado esteve quase a entrar na estrutura acionista da empresa. Mas depois a geringonça acabou.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Tópicos

Renascença na Ucrânia

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.