Recorde o discurso de Jorge Sampaio quando dissolveu o Parlamento

10 set, 2021 - 09:26 • Imagem: Cortesia SIC

Em 2004, durante a sua presidência, Jorge Sampaio decidiu ouvir os partidos, ex-governantes e parceiros sociais sobre a crise política que o país atravessava. Num longo discurso a 9 de julho de 2004, assumiu que o PSD continuava a ter condições para governar e permitiu que o lugar vago fosse ocupado por Pedro Santana Lopes. Mas cinco meses depois, detonou a chamada "bomba atómica”: dissolve o Parlamento e convoca eleições. Jorge Sampaio morreu esta sexta-feira.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.