Vigília em Caracas pelos mortos na Venezuela. “Não podemos suportar mais a situação do país”

06 mai, 2019 - 07:29 • Redação com Reuters

Dezenas de Venezuelanos juntaram-se em Caracas pelas vítimas da recente violência no país. Estava prevista a presença de Juan Guaidó, mas o autoproclamado Presidente da Venezuela acabou por não aparecer justificando que "teve muitas reuniões de trabalho". A iniciativa “Luzes pela Venezuela” acabou por ser transformada numa missa. Pelo menos cinco pessoas morreram e 239 ficaram feridas em confrontos com as forças armadas.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.