Hora da Verdade

“Ninguém fica indiferente a uma acusação tão grave” como a de Sócrates

24 mai, 2018 - 00:01 • Eunice Lourenço (Renascença) e David Dinis (Público)

Secretária de Estado adjunta do primeiro-ministro reconhece que julgamento de José Sócrates pode ter tido impacto nas eleições de 2015, mas espera que não tenha em 2019. Mariana Vieira da Silva acredita que o caminho do PS continuará a ser de diálogo à esquerda.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.