Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Feira do Livro do Porto homenageia Ana Luísa Amaral

24 mai, 2022 - 12:04 • Maria João Costa

Sem limite no número de pessoas no recinto, e com a retoma plena do número de pavilhões, a Feira do Livro do Porto regressa aos Jardins do Palácio de Cristal de 26 de agosto a 11 de setembro.

A+ / A-

Depois das últimas edições terem sido marcadas pela pandemia, a Feira do Livro do Porto regressa aos Jardins do Palácio de Cristal com novas regras. Pela primeira vez, desde o início da pandemia, não haverá limite no número de visitantes no recinto e será retomada a presença total dos "stands" previamente existentes na feira.

De 26 de agosto a 11 de setembro, a feira vai contar com a participação de 84 entidades, distribuídas por 126 pavilhões, a que se junta mais um em que está representada a Câmara Municipal do Porto.

Em comunicado, a autarquia liderada por Rui Moreira indica que registou-se um total de 91 candidaturas, 84 das quais aprovadas entre “distribuidoras, editoras, livrarias, alfarrabistas, entidades institucionais”.

Ao ambiente de festa da feira será acrescentada a homenagem à poetisa Ana Luísa Amaral que venceu em 2021 o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-americana e que recentemente viu a sua obra poética a ser editada numa antologia, pela Assírio e Alvim.

“A escritora lisboeta de nascença e portuense de adoção, é considerada pela crítica como uma das mais notáveis poetas, tradutoras e académicas portuguesas”, refere a autarquia no comunicado de divulgação da feira.

Ana Luísa Amaral foi professora associada da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e foi, entre outras coisas, responsável pelo projeto Novas Cartas Portuguesas 40 Anos Depois (Dom Quixote, 2014).

A poetisa junta-se assim ao painel de homenageados das Feira do Livro do Porto que também já destacou no passado escritores como Vasco Graça Moura, Agustina Bessa-Luís, Mário Cláudio ou Sophia de Mello Breyner Andresen, entre outros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+