Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Património

Cecilia Bartoli substitui Plácido Domingo na presidência da Europa Nostra

20 mai, 2022 - 12:31 • Maria João Costa

A famosa cantora lírica italiana foi nomeada para a presidência do organismo que é a voz do património na Europa. Plácido Domingo passa a ser presidente honorário. Em comunicado, Cecilia Bartoli diz-se honrada e alerta: sem património não há cultura e identidade.

A+ / A-

A famosa cantora lírica Cecilia Bartoli foi nomeada como nova presidente da Europa Nostra. A mezzo-soprano vai substituir outra voz da ópera, Plácido Domingo, na direção daquele organismo que é a voz da sociedade civil em defesa do património na Europa.

Em comunicado divulgado esta sexta-feira, a Europa Nostra indica que a decisão foi tomada em assembleia-geral e que Cecilia Bartoli assumirá um “mandato inicial de cinco anos”.

Numa primeira reação, a cantora de ópera disse aceitar o cargo com “honra” e com “o maior orgulho”. “Como cidadã europeia e alguém que dedicou a maior parte da minha vida ao património cultural, sinto-me extremamente privilegiada por ter sido nomeada presidente da Europa Nostra”.

Cecilia Bartoli alerta que “sem a consciência do património, a cultura desapareceria e, com ela, identidade”. Tal como o seu antecessor, a nova presidente da Europa Nostra subscreve a ideia de que “o património cultural é vital para a economia, a sociedade, a cultura, o ambiente, o bem-estar e para o futuro da Europa”.

“Aguardo com expectativa os próximos anos com a Europa Nostra, a sua rede e projetos. É uma organização que me inspira e enriquece o meu trabalho, e espero contribuir para a concretização dos seus objetivos ao serviço do património inestimável da Europa”, refere Cecilia Bartoli.

Na hora de saída, depois de 10 anos como presidente, Plácido Domingo assume o lugar de presidente honorário e reagiu com entusiasmo à nomeação da sua colega de profissão. “Ela é uma grande artista que personifica a missão e os valores da Europa Nostra. A Europa Nostra continuará a florescer sob sua liderança inspiradora, criativa e enérgica. Desejo-lhe todo o sucesso à frente desta maravilhosa organização da qual tive o privilégio e a alegria de ser Presidente e que sempre estará no meu coração”.

Também nas reações, a atual secretária-geral, Sneška Quaedvlieg-Mihailović, considerou que Bartoli é “uma embaixadora artística icónica do património cultural da Europa”. Aquela responsável considerou que “sob a liderança” da cantora, a Europa Nostra amplificará “ainda mais a ressonância e o impacto da voz da Europa”.

Por seu lado, Hermann Parzinger, o presidente executivo da Europa Nostra, que presidiu à assembleia geral, considera Bartoli uma ótima sucessora de Domingo e destaca o seu empenho e profissionalismo enquanto cantora e diretora artística. Parzinger conclui que Bartoli tem “uma paixão pelo património europeu, tangível e intangível, que não tem preço.”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+