Tempo
|
A+ / A-

Jornada Mundial da Juventude

Missa campal em Leiria vai mostrar o que jovens podem levar da JMJ

28 jul, 2023 - 22:17 • Teresa Paula Costa

Jovens peregrinos preparam-se para celebração no jardim da Almuinha Grande.

A+ / A-

Cerca de oito mil jovens de vários países participam neste sábado, 29 de julho, numa missa campal que se realiza no jardim da Almuinha Grande, em Leiria, no âmbito dos Dias nas Dioceses que antecipam a Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

A celebração, a partir das 10h30 e em várias línguas, será presidida pelo bispo da Diocese de Leiria-Fátima e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Ornelas, e contará com a presença de 20 bispos de várias nacionalidades e cerca de 300 sacerdotes.

“Vai ser a missa votiva dos pastorinhos, os santos Francisco e Jacinta Marto”, revelou à Renascença o diretor do secretariado diocesano da Pastoral Juvenil.

Segundo o padre André Batista, “a procissão de entrada vai ter uma das imagens peregrinas de Nossa Senhora de Fátima, que o santuário nos cedeu, assim como duas relíquias dos santos pastorinhos e, desta forma, vamos manifestar a espiritualidade tão vincada na nossa diocese”.

"Vamos aproveitar para ver o que viemos cá buscar"

Maira Fonseca veio de Cabo Verde para Leiria com o objetivo de participar, pela primeira vez, na JMJ.

Em entrevista à Renascença reconheceu que a missa campal será uma das mais importantes atividades incluídas nos Dias nas Dioceses.

“Acho que vamos aproveitar para ver o que viemos cá buscar”, afirma a jovem de 24 anos.

Maria Gabriela é brasileira, mas está há ano e meio como missionária da Comunidade Shalom, em Cabo Verde.

Para a jovem, a experiência em Leiria está a ser “muito boa”. “Fomos conhecer o castelo, que é belíssimo, e está a ser muito bom estarmos juntos como cabo-verdianos e conhecer um pouco outra cultura”.

Depois da missa será a distribuição do almoço dentro do estádio.

Ao longo da tarde, em locais distintos da cidade, haverá várias atividades como concertos, testemunhos de jovens vindos de realidades mais difíceis, em termos de subsistência da Igreja, como Rússia, Venezuela e África.

Previstas estão também uma conferência sobre os santos pastorinhos, promovida pela Fundação Francisco e Jacinta Marto, no Mercado de Santana, manifestações artísticas, e a construção de uma instalação-monumento pela paz na Praça Francisco Rodrigues Lobo.

Perímetro de segurança limita circulação

A PSP montou um perímetro de segurança entre a Av. 22 de maio e o Estádio, onde não será possível nem circular nem estacionar.

“A maior interdição será na circulação de viaturas, já que as pessoas poderão circular na mesma a pé”, adiantou o Comandante da Esquadra da PSP de Leiria.

Segundo o comissário André Serra, os automobilistas deverão estacionar um pouco mais longe, já que os parques da Almuinha Grande e do estádio estarão interditos.

“Temos diversos locais na cidade de onde em poucos minutos conseguem chegar ao local do evento”, acentua o comissário.

A PSP vai fazer a vigilância do local através de uma sala de comando.

No jardim da Almuinha Grande, estão também instalados postos de atendimento médico para qualquer situação urgente.

Os Dias nas Dioceses antecedem a Jornada Mundial da Juventude que se realiza de 1 a 6 de agosto numa área pertencente aos concelhos de Lisboa e Loures.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+