Tempo
|
A+ / A-

Igrejas cristãs debatem a guerra, a pandemia e a ecologia

19 mai, 2022 - 18:05 • Ana Lisboa

Décimo segundo Encontro Cristão realiza-se este sábado no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra.

A+ / A-

'A Caminho' é o tema de mais uma edição do Encontro Cristão marcado para este sábado à tarde, em Sintra.

"Queremos convidar cada um dos cristãos e cada uma das Igrejas que participam neste encontro, fazendo este 'caminho' de reconhecer, confiar e celebrar em Jesus Cristo. Estamos num tempo particularmente difícil, sofremos a pandemia, sofremos agora ultimamente esta guerra na Europa, que parecia uma coisa impossível de acontecer agora no século XXI, e perante isto tudo, resta-nos escolher aquilo que são os ideais que nenhuma bomba, nenhuma pandemia, nem mesmo a morte pode destruir: esse ideal é Deus", afirma, em declarações à Renascença, Luís Parente Martins, um dos organizadores deste evento.

Este responsável admite que "este é um 'caminho' que, apesar de fazer pontes com todos aqueles que passam sofrimentos nesta altura, mesmo assim, encontramos uma razão para celebrar, porque temos uma direção para onde 'caminhar' e temos um futuro, que é um futuro de felicidade".

Durante a tarde, a partir das 15h30, está previsto um peddy-paper para os mais novos intitulado 'Unidos a Caminho' e que se realiza em Sintra.

Depois, entre as 17h e as 19h, no auditório da Igreja de S. Miguel, haverá o Fórum 'O Caminho da História' que contará com a participação de historiadores de renome nacional que "vão ajudar a perceber melhor qual é o papel da fé neste conflito".

Luís Parente Martins reconhece que "se é verdade que a fé muitas vezes desencadeia guerras, a fé cristã tem por obrigação ser uma sementeira de paz. Nós temos de procurar descobrir todos aqueles 'caminhos' que nos levam a encontrar o mais rapidamente possível a paz para este conflito (a guerra na Ucrânia)".

Segue-se a este debate um jantar para todos os líderes das comunidades cristãs presentes e, por último, o ponto alto, que é o Encontro Cristão propriamente dito no Centro Cultural Olga Cadaval.

Será um "momento particularmente importante, porque é a ocasião dos líderes das várias comunidades cristãs fazerem aquilo que se propõem no Processo Sinodal. E a primeira etapa do Processo sinodal é o processo do encontro, segundo, uma escuta empática, em que cada um procura ouvir o outro e entendê-lo, colocar-se na pele do outro. E depois começarmos a fazer momentos de discernimento onde, quando houver a Luz de Jesus presente entre nós, perceber se há, quais são os caminhos da Evangelização".

Neste encontro vão estar presentes "todas as Igrejas do COPIC, a Metodista, a Presbiteriana e a Lusitana. Depois as Igrejas que fazem parte da Aliança Evangélica. E obviamente as Comunidades Cristãs", sublinha este responsável pela Plataforma do Encontro Cristão.

O evento tem como anfitrião o Presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, desta vez não vai marcar presença, como aconteceu em anos anteriores, por estar em visita oficial a Timor-Leste. Mas vai participar através de um vídeo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+