Tempo
|
A+ / A-

​Papa visita o Canadá de 24 a 30 de julho

13 mai, 2022 - 12:56 • Ana Lisboa

Francisco aceitou o convite das autoridades civis, eclesiásticas e comunitárias indígenas, anunciou esta sexta-feira o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé.

A+ / A-

O Papa Francisco vai visitar o Canadá em julho, anunciou esta sexta-feira o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé.

A viagem, a primeira do Papa ao Canadá, vai decorrer entre 24 e 30 de julho e passará por Edmonton, Quebeque e Iqaluit. O programa completo será divulgado nas "próximas semanas", de acordo com o Vaticano.

O Santo Padre já tinha manifestado repetidamente vontade de visitar o Canadá, nomeadamente, no dia 1 de abril, durante um encontro com delegações indígenas.

Nessa ocasião, o Papa aproveitou para pedir "perdão" pelos casos de abusos e violência que envolveram alguns católicos na gestão de escolas residenciais e que aconteceram entre 1890 e 1996, em que mais de três mil crianças morreram por causa de doenças, fome, frio e outros motivos.

Perante os representantes destas comunidades, Francisco confessou "indignação e vergonha" .

"Pela deplorável conduta de alguns católicos, peço perdão a Deus. Quero dizer-vos de todo o coração: estou muito entristecido. Uno-me aos bispos canadianos, para pedir-vos perdão", disse.

Em outubro de 2021, a Santa Sé tinha anunciado que o Papa tinha aceite o convite da Conferência Episcopal do Canadá para uma visita ao país, inserida no processo de "reconciliação" com os povos indígenas.

Nesse ano foram descobertas centenas de sepulturas anónimas junto de antigas escolas residenciais indígenas. Várias destas instituições pertenciam à rede de escolas administrada pela Igreja Católica, destinadas à "reeducação" de crianças indígenas com o apoio do Governo canadiano.

Sobre este caso, Francisco apelou às "autoridades políticas e religiosas do Canadá que devem continuar a colaborar com determinação para fazer luz sobre este triste acontecimento, empenhando-se humildemente num caminho de reconciliação e cura".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+