Tempo
|
A+ / A-

​Dia da Europa

Movimento de Trabalhadores Cristãos da Europa critica guerra na Ucrânia

09 mai, 2022 - 17:04 • Ana Lisboa

Em mensagem divulgada por ocasião desta data, o MTCE apela "à oração, ao trabalho pela paz, à defesa das pessoas injustamente maltratadas e à ação para pôr rapidamente termo a este conflito".

A+ / A-

O Movimento de Trabalhadores Cristãos da Europa publicou uma mensagem por ocasião do Dia da Europa em que alertou para o risco da guerra na Ucrânia se transformar num conflito mundial e nuclear.

Em comunicado, o MTCE questiona se "face à guerra, será apropriado aumentar o orçamento militar e a utilização de armas"? E sublinha que "até hoje, todas as armas teoricamente defensivas acabaram por ser principalmente armas ofensivas e, além disso, uma impressionante fonte de negócios infames".

O texto lamenta que a celebração deste ano do Dia da Europa aconteça tendo "como terrível pano de fundo a guerra na Ucrânia".

O Movimento de Trabalhadores Cristãos na Europa aproveita para manifestar "solidariedade para as populações ucraniana e russa que sofrem com esta guerra". E salienta que "mais uma vez são as pessoas que têm que sofrer as consequências desumanas da guerra".

Por isso, apela "à oração, ao trabalho pela paz, à defesa das pessoas injustamente maltratadas e à ação para pôr rapidamente termo a este conflito".

Dizer que é membro fundador do MTCE, a Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos de Portugal.

O Dia da Europa, comemorado a 9 de maio, nasceu no Conselho Europeu de Milão, em junho de 1985, e foi celebrado pela primeira vez no ano seguinte, em 1986.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+